Leon Edwards domina e bate Cerrone no UFC Cingapura; brasileiros são superados

    Com a vitória sobre Cerrone, Edwards emplacou seu sexto triunfo consecutivo (Foto Getty Images / UFC)

    Os fãs que acordaram cedo assistiram um card de alto nível foi no UFC Fight Night 132, realizado neste sábado (23), em Cingapura. Dos 13 combates do card, apenas seis foram para a decisão dos árbitros. Na luta principal da edição, com uma boa atuação, o jamaicano naturalizado inglês Leon Edwards não deu chances para Donald Cerrone e derrotou o “Cowboy” por decisão unânime. Já no co-main event, após levar um “susto” no início, Ovince St-Preux utilizou o Jiu-Jitsu e finalizou Tyson Pedro ainda no primeiro assalto.

    Ainda pelo card principal, na categoria peso-pena, com uma atuação segura, o chinês Li Jingliang não teve dificuldades para vencer o japonês Daichi Abe na decisão unânime dos jurados, recuperando-se da derrota para Jake Matthews em sua última luta. Já no duelo de “Jessicas”, melhor para Eye, que superou Rose Clark na unanimidade dos árbitros.

    Dois brasileiros estiveram em ação no card preliminar UFC Cingapura, no entanto, ambos saíram derrotados. Primeira a entrar no cage, a cearense Viviane Sucuri foi superada pela chinesa Yan Xiaonan na decisão unânime dos jurados. Logo na sequência, representando a Chute Boxe Diego Lima, o paulista Felipe Sertanejo não teve boa atuação e foi derrotado pelo jovem chinês Yadong Song, que o nocauteou no segundo round do confronto.

    Edwards supera Cerrone e emplaca sexta vitória

    Vindo embalado por uma série de vitórias, Leon Edwards começou melhor na luta, aplicando bons golpes sobre Donald Cerrone, que já tinha um corte no supercílio logo no início do combate e foi castigado nos primeiros cinco minutos. No segundo round, mantendo a boa movimentação, o inglês seguiu melhor e neutralizou as investidas do “Cowboy”, que terminou o assalto com um bom chute alto, mas ainda em desvantagem.

    O terceiro round teve um início bem agitado, com os dois lutadores partindo para a trocação franca, com clara vantagem para Edwards, que conectou socos que entraram “limpos” no raio de ação do americano. No quarto assalto, Leon seguiu controlando bem as ações do adversário e, ciente de sua vantagem, passou a administrar mais a luta, atacando de forma mais controlada. No quinto e último round, o inglês chegou a ser derrubado por Cerrone, mas conseguiu sair da posição desfavorável e, ao fim da luta, foi decretado vencedor por decisão unânime, emplacando sua sexta vitória consecutiva no Ultimate.

    Leon Edwards teve atuação dominante e derrotou Donald Cerrone por unanimidade (Foto Getty Images / UFC)

    St-Preux finaliza Pedro e volta a vencer no UFC

    O confronto começou de forma eletrizante, com uma sequência impiedosa de chutes e socos por parte de Tyson Pedro, que levou Ovince St-Preux a knockdown. O ex-desafiante ao cinturão meio-pesado, no entanto, se recuperou justamente no chão. Com mais força e técnica, Ovince reverteu a posição e não deu chances para Pedro, finalizando seu oponente com um armlock e se recuperando do revés para Ilir Latifi em fevereiro.

    St-Preux finalizou Tyson Pedro ainda no primeiro round e se recuperou no Ultimate (Foto Getty Images / UFC)

    Russo resiste e estreia com vitória no Ultimate

    Fechando o card preliminar do UFC Cingapura, Petr Yan fez sua estreia no Ultimate e não deu chances para Teruto Ishihara. O russo chegou a ser derrubado pelo japonês, no entanto, teve força para colocar a luta em pé novamente e, com muita técnica, encaixou bons golpes, um deles um cruzado de esquerda que nocauteou seu adversário. Foi a quarta vitória consecutiva de Yan na carreira, a primeira na maior organização de MMA do mundo.

    O russo Petr Yan teve ótima estreia e nocauteou Ishihara ainda no primeiro round (Foto Getty Images / UFC)

    Sertanejo é nocauteado e perde terceira seguida

    Como esperado, o confronto começou na base da trocação, especialidade dos dois lutadores, oriundos do Muay Thai. Mais ativo na luta, Yadong Song conectava golpes, enquanto Felipe Sertanejo buscava a defesa e os contragolpes. Ao tentar um chute alto, o brasileiro acabou desequilibrado e foi ao chão, sendo pressionado no ground and pound.

    No segundo assalto, o duelo voltou de forma eletrizante na luta em pé, com Sertanejo tentando a todo custo golpear de forma mais consistente, no entanto, novamente sendo derrubado por Song, que mostrou um ritmo muito forte por cima no solo, com fortes golpes no ground and pound. Na reta final, Felipe conseguiu colocar a luta em pé novamente, todavia, foi surpreendido com uma potente cotovelada do chinês, que pegou em cheio no brasileiro, que já caiu nocauteado. Yadong conquistou sua quinta vitória seguida, a segunda pelo UFC, enquanto o brasileiro perdeu a terceira consecutiva.

    Yadong Song teve grande atuação e nocauteou Felipe Sertanejo no segundo round (Foto Getty Images / UFC)

    Australiano brilha e coloca japonês pra dormir

    Lutador de apenas 23 anos, Jake Matthews precisou de apenas um round para sair vencedor no UFC Cingapura. O australiano teve uma atuação dominante e, pouco depois de conseguir a queda sobre Shinsho Anzai, teve técnica para estabilizar a posição e finalizar o japonês com um justo mata-leão, que não deu os três tapinhas e acabou “apagando” no centro do octógono. Foi a terceira vitória consecutiva de Matthews no Ultimate.

    Jake Matthews aplicou um mata-leão para ‘apagar’ o japonês Anzai no UFC Cingapura (Foto Getty Images / UFC)

    Viviane Sucuri sofre segundo revés consecutivo

    O confronto teve seu início com as duas lutadoras partindo para a trocação, com vantagem para Yan Xiaonan, que utilizava sua maior envergadura e rapidez para golpear com mais efetividade Viviane Sucuri. No segundo assalto, a brasileira teve uma leve melhora em relação aos primeiros cinco minutos, conseguiu conectar alguns socos, mas novamente levou desvantagem sobre a chinesa, que seguiu golpeando mais na média distância.

    No terceiro e último round, as lutadoras golpearam pouco nos primeiros minutos, buscando mais a movimentação, mas o roteiro seguiu o mesmo, com Xiaonan sendo melhor na movimentação e na maioria dos golpes. A brasileira buscou a todo momento lutar para frente, no entanto, teve grandes dificuldades para entrar no “raio” de ação da chinesa. Desta forma, ao final de três rounds, vitória por decisão unânime para Yan Xiaonan, que conquistou sua segunda vitória consecutiva, enquanto Sucuri amargou a segunda derrota.

    Chinesa Yan Xiaonan teve boa atuação e derrotou Viviane Sucuri por decisão unânime (Foto Getty Images / UFC)

    RESULTADOS COMPLETOS:

    UFC Fight Night 132
    Kallang, em Cingapura
    Sábado, 23 de junho de 2018

    Card principal
    Leon Edwards derrotou Donald Cerrone por decisão unânime dos jurados
    Ovince St-Preux finalizou Tyson Pedro com um armlock no 1R
    Jessica Eye derrotou Jessica-Rose Clark por decisão unânime dos jurados
    Li Jingliang derrotou Daichi Abe por decisão unânime dos jurados

    Card preliminar 
    Petr Yan derrotou Teruto Ishihara por nocaute no 1R
    Yadong Song derrotou Felipe Sertanejo por nocaute no 2R
    Shane Young derrotou Rolando Dy por nocaute técnico no 2R
    Kenan Song derrotou Hector Aldana por nocaute técnico no 2R
    Jake Matthews finalizou Shinsho Anzai com um mata-leão no 1R
    Yan Xiaonan derrotou Viviane Sucuri por decisão unânime dos jurados
    Matt Schnell derrotou Naoki Inoue por decisão dividida dos jurados
    Yuta Sasaki finalizou Jenel Lausa com um mata-leão no 2R
    Ji Yeon Kim derrotou Melinda Fabian por decisão dividida dos jurados

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome