Nick Diaz recebe mais duas acusações criminais em caso de violência nos EUA

    Nick Diaz foi preso em Las Vegas (EUA) acusado de violência doméstica e solto após fiança (Foto Getty Images)

    Preso em Las Vegas (EUA) – e solto após pagar fiança – no final de maio, acusado de violência doméstica grave por causa de um estrangulamento e de violência doméstica em primeiro grau contra uma mulher, Nick Diaz segue tendo problemas relacionados ao caso. Em audiência realizada na última terça-feira (10), os promotores acrescentaram mais duas acusações para atender as que Diaz já havia enfrentado, de acordo com um porta-voz do Ministério Público do Condado de Clark (Nevada) em declaração ao site MMA Fighting.

    As novas acusações são de violência física grave constituindo violência doméstica por estrangulamento e violência física grave constituindo violência doméstica resultando em substanciais machucados no corpo. Diaz já era acusado de violência física doméstica por estrangulamento, violência física e contravenção em violência doméstica. Isso soma um total de quatro acusações contra Diaz: três contando violência física e uma contravenção.

    “Devido a informações adicionais recebidas, uma queixa criminal corrigida foi apresentada, acrescentando duas acusações criminais”, disse o porta-voz da promotoria do Condado.

    O advogado de Diaz, Ross Goodman, pediu uma continuação no processo e a próxima audiência foi marcada para 31 de julho. Diaz permanece livre com uma fiança de US$ 18 mil. No mês passado, um juiz negou o pedido de aumentar a fiança para US$ 100.000.

    “Ficamos surpresos que o Estado tenha apresentado uma queixa, uma vez que não há novas evidências que justifiquem a cobrança de taxas. Independentemente disso, estamos confiantes de que a verdade virá à tona, justificando o Sr. Diaz após um interrogatório minucioso, expondo as alegações inconsistentes e contraditórias da suposta vítima”, disse.

    Atualmente com 34 anos e sem lutar profissionalmente desde 2015, quando enfrentou Anderson Silva no UFC 183, Nick Diaz tem um extenso currículo de polêmicas. O atleta já foi preso por dirigir alcoolizado e foi liberado dois dias depois, mediante pagamento de fiança. Já no âmbito esportivo, Diaz já foi flagrado em diversos testes antidoping por uso de maconha. No caso mais recente, recebeu suspensão de um ano da USADA (Agência Antidoping dos Estados Unidos) após não informar ao órgão sobre seu paradeiro para possíveis exames surpresa. A punição havia acabado recentemente e Nick já estava liberado para voltar ao MMA, no entanto, com o caso de violência doméstica, não se sabe quais atitudes serão tomadas em relação ao lutador, que segue sem previsão de retornar.

    1 COMENTÁRIO

    1. VAGABUNDO LIXO !!! COVARDE !!!!

      MACONHEIRO E LUTADOR MEDIOCRE !!!

      SÓ O IRLANDÊS CRIA DO UFC PARA PERDER PARA O IRMÃO DELE !!!

      HAAHHAHA PIADA !!!

      SÓ MARCELO FDP BUNDEIRO E BICHA BURRA DISCORDA !!!

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome