Em seu retorno, Junior Cigano vence Ivanov no UFC Boise; Raoni Barcelos nocauteia em estreia

    Junior Cigano voltou ao Ultimate após um ano e venceu Blagoy Ivanov (Foto: Getty Images)

    Em seu retorno ao Ultimate, Junior Cigano teve um duro desafio. Encarando o estreante Blagoy Ivanov na luta principal do UFC Boise, realizado neste sábado (14), o brasileiro viu um oponente de qualidade, mas após cinco rounds, saiu vencedor na unanimidade dos jurados. No co-main event, após passar um susto no primeiro round, o jovem Sage Northcutt soube lidar com a adversidade e nocauteou Zak Ottow na segunda parcial, mantendo-se embalado na organização.

    Além de Junior Cigano, outros dois brasileiros entraram em ação no card do UFC Boise. Fazendo sua estreia pelo Ultimate, Raoni Barcelos teve atuação consistente e derrotou Kurt Holobaugh por nocaute no terceiro assalto. Outra que fez seu debute na franquia foi Jennifer Maia, mas a lutadora não teve o mesmo roteiro de seu compatriota e perdeu para Liz Carmouche na decisão unânime dos jurados.

    Cigano retorna com vitória em luta intensa

    Junior Cigano começou o combate bem ofensivo, conectando socos e chutes que fizeram Blagoy Ivanov recuar. O brasileiro buscava pressionar seu adversário contra a grade, fazendo valer sua envergadura e domínio do cage, enquanto o búlgaro buscou o contragolpe a todo momento, atingindo Cigano duas vezes desta forma. No segundo round, o ex-campeão seguiu com sua estratégia de movimentação e procurava acertar Ivanov com jab’s. Na reta final, Junior ainda conectou um bom cruzado, que balançou Blagoy.

    Na terceira parcial, Blagoy Ivanov mudou sua estratégia e passou a lutar de forma mais ofensiva, tornando a luta mais aberta. O búlgaro mostrou potência nos golpes, e pelo menos dois deles entraram “limpos” no rosto de Cigano, que continuou se movimentando bem, mas não atingiu o oponente de forma precisa. No quarto assalto, o catarinense seguiu em vantagem, enquanto Ivanov já demonstrava sinais de cansaço, o que favoreceu ainda mais a movimentação de Junior, com seus jab’s e cruzados.

    No quinto e último round, Cigano voltou a impor pressão e conectou um forte overhand de direita, que pegou em cheio no rosto de Blagoy. Duro na queda, o búlgaro seguiu lutando para frente e, ciente da desvantagem, buscava acertar o brasileiro, mas não teve precisão para isso. Ao fim de cinco rounds intensos, Junior Cigano saiu vencedor por decisão unânime, e voltou ao Ultimate com triunfo.

    Após cinco rounds, Cigano derrotou o estreante Ivanov na unanimidade dos jurados (Foto: Getty Images)

    Sage Northcutt emplaca terceira vitória seguida

    Derrubado logo nos primeiros segundos de luta por Zak Ottow, que aplicou um cruzado de direita, Sage Northcutt ficou por baixo no chão durante boa parte do primeiro round, no entanto, soube se defender de maneira precisa e, na reta final, conseguiu sair da posição adversa, terminando a parcial por cima, em uma tentativa de guilhotina.

    No segundo assalto, Ottow voltou a derrubar seu oponente com facilidade, mas a luta ficou em pé novamente logo depois. Quando teve brecha, o jovem Northcutt mostrou sua qualidade na luta em pé. Com golpes potentes, Sage balançou Zak, que foi ao chão. A partir daí, o lutador de 22 anos conectou socos no oponente, já caído, e o árbitro se viu obrigado a interromper o combate, decretando a vitória de Sage Northcutt, a sua terceira consecutiva no UFC.

    Sage Northcutt teve atuação segura e nocauteou Zak Ottow no segundo round (Foto: Getty Images)

    Mendes retorna ao Ultimate com grande triunfo

    Após dois anos e meio sem lutar profissionalmente, por conta de uma suspensão da USADA, Chad Mendes teve um retorno de gala no Ultimate. Diante do duro Myles Jury, o ex-desafiante ao cinturão peso-pena da organização não sentiu o tempo inativo e, com um potente cruzado, golpeou em cheio no rosto do adversário, que foi ao chão. A partir disso, Mendes só aplicou mais alguns golpes no ground and pound para definir a luta ainda no primeiro round, levando o público ao delírio.

    Chad Mendes voltou após dois anos e meio e nocauteou no primeiro round (Foto: Getty Images)

    Primo de Khabib estreia com vitória controversa

    Primo do campeão peso-leve Khabib Nurmagomedov, Said Nurmagomedov fez sua estreia pelo Ultimate em duelo contra Justin Scoggins. Ao longo de dois rounds, o combate foi equilibrado, mas com uma leve vantagem para o americano. Já no terceiro round, o russo se recuperou na luta e foi claramente melhor que seu adversário, levando a luta para a decisão dos jurados. Quando muitos já estavam certos da vitória de Scoggins, os árbitros contrariaram a expectativa e decretaram o triunfo de Nurmagomedov na decisão dividida, estreando com resultado positivo na organização.

    Primo de Khabib, Said Nurmagomedov estreou com vitória polêmica no UFC (Foto: Getty Images)

    Raoni estreia no UFC com bela vitória por nocaute

    Confiante na trocação, Raoni Barcelos começou a luta bem ativo com seus golpes, com alguns de seus socos pegando em cheio no rosto de Kurt Holobaugh. Logo depois, o combate ficou mais equilibrado, e o americano conectou bons cruzados, igualando as ações. O brasileiro, nos últimos segundos, aplicou boa queda e ainda teve tempo para conectar um bom uppercut quando a luta voltou a ficar em pé, terminando os primeiros cinco minutos em vantagem. No segundo assalto, o confronto ficou na trocação e o carioca conseguiu derrubar novamente, mas a luta voltou a ficar em pé logo depois. Antes do fim da segunda parcial, Raoni voltou a aplicar bela queda, terminando mais um assalto a seu favor.

    No terceiro e último round, o combate vinha equilibrado na trocação, mas com muita técnica, Raoni Barcelos definiu a luta. Abrindo espaço na distância, o brasileiro conseguiu uma bela sequência de dois fortes uppercuts e um cruzado de direita, que balançaram Kurt Holobaugh e levaram o americano à nocaute. Com isso, Raoni, ex-campeão do RFA, estreia com triunfo no Ultimate.

    Com boa atuação, Raoni Barcelos nocauteou Kurt Holobaugh no terceiro round (Foto: Getty Images)

    Em sua estreia, Jennifer Maia perde para Carmouche

    Estreante no UFC, Jennifer Maia começou a luta de forma mais defensiva e, com isso, recebeu alguns golpes de Liz Carmouche, que na sequência derrubou a brasileira. A atleta da Chute Boxe levantou rapidamente e pressionou a americana contra a grade, mas logo o combate foi para a trocação, onde Jennifer conectou bons golpes. No segundo round, o confronto se manteve na luta em pé, onde ambas travaram uma luta equilibrada, e logo em seguida, Jennifer voltou a levar Carmouche para a grade, onde levou vantagem. Já na reta final, o árbitro voltou a colocar o duelo na trocação e a americana voltou a derrubar a brasileira, terminando a parcial golpeando no ground and pound.

    No terceiro e último assalto, logo no início, Liz Carmouche aplicou nova queda sobre Jennifer Maia, conseguindo ficar por cima sem dificuldades. Na sequência, a americana conseguiu a montada e ficou boa parte do round nessa posição, contabilizando pontos importantes. Nos últimos segundos, a luta voltou a ficar em pé, mas sem efetividade, terminou derrotada pela americana na decisão unânime dos jurados.

    Carmouche derrotou a estreante brasileira Jennifer Maia na unanimidade dos jurados (Foto: Getty Images)

    RESULTADOS COMPLETOS:

    UFC Fight Night 133
    Sábado, 14 de julho de 2018
    Boise, nos Estados Unidos

    Card principal

    Junior Cigano derrotou Blagoy Ivanov por decisão unânime dos jurados
    Sage Northcutt derrotou Zak Ottow por nocaute técnico no 2R
    Rick Glenn derrotou Dennis Bermudez por decisão dividida dos jurados
    Niko Price derrotou Randy Brown por nocaute técnico no 2R
    Chad Mendes derrotou Myles Jury por nocaute técnico no 1R
    Cat Zingano derrotou Marion Reneau por decisão unânime dos jurados

    Card preliminar

    Alejandro Perez derrotou Eddie Wineland na decisão unânime dos jurados
    Alex Volkanovski derrotou Darren Elkins por decisão unânime dos jurados
    Said Nurmagomedov derrotou Justin Scoggins por decisão unânime dos jurados
    Raoni Barcelos derrotou Kurt Holobaugh por nocaute no 3R
    Liz Carmouche derrotou Jennifer Maia por decisão unânime dos jurados
    Mark De La Rosa finalizou Elias Garcia com um mata-leão no 2R
    Jessica Aguilar derrotou Jodie Esquibel por decisão unânime dos jurados

    5 COMENTÁRIOS

    1. Cigano venceu mas não convenceu. Está lutando muito travado e com a mesma guarda baixa de sempre, tem que deixar a academia de lado suando mais a camisa no sparring. Nas poucas chances que atacou com perigo o Blagoy conectou os melhores golpes, se não tivesse tão cansado nocauteava na hora. Parece que o cigano não mudou nada, não parte mais pra cima, sem sangue nos olhos, enfim não convence mais ninguém. Em uma possível revanche contra o Miocic seria nocauteado de novo, até o Ngannou ou Derrick nocauteavam fácil com essa insistente guarda baixa. Não aprende nunca, lento, travado e sem ofensividade. Contra o Cormier mesmo, nem sonhando. Seria apagado no primeiro round.

    2. CHAMPS CIGANO OU MARK HUNT ??? QUE BARRIGA DE CHOPP É ESSA CIGANO? CIGANO PEDE MIOCIC ? TA DOIDÃO MS KKKKKKKKKKKK SÓ LEIGO DISCORDA ……….

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome