Presentes nas academias brasileiras, suplementos alimentares ganham regulamentação da Anvisa

Suplementos são aprovados pela Anvisa e passam a ter uma categoria específica no quadro da agência (Foto divulgação)

Na terça-feira (17), a Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, aprovou a regulamentação de suplementos alimentares como proteína do soro do leite, ômega 3 e vitaminas. Anteriormente, esses produtos eram classificados como medicamentos ou alimentos na legislação brasileira – sem possuir qualquer tipo de categoria específica.

Agora, os produtos serão obrigados a descrever no rótulo que são suplementos. Como prazo, as empresas vão ter cinco anos para se adequarem a essa nova medida da Anvisa. Além disso, será necessária a comprovação da eficácia de cada produto conforme descrito.

“Somente após a publicação das novas normas no Diário Oficial da União é que será concretizada a mudança proposta e começará a contagem do prazo. No entanto, os suplementos alimentares novos já deverão ser comercializados de acordo com as novas regras”, disse parte do texto publicado no site oficial da Anvisa sobre a nova mudança.

O órgão regulamentador também possui uma lista de nutrientes que são classificados como suplementos. A publicação no Diário Oficial da União deve acontecer nas próximas semanas, segundo a própria Agência. Antes da aprovação da regulamentação dos suplementos alimentares, a Anvisa realizou uma série de reuniões com setores especializados, buscou opiniões, críticas e sugestões por meio de várias consultas públicas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente
Seu nome