Com mais de 73kg, Amanda Nunes inicia preparação para superluta contra Cyborg

    Amanda Nunes ainda não sabe em que data enfrentará a compatriota Cris Cyborg (Foto Getty Images / UFC)

    Em meio ao clima de incerteza a respeito de uma data para o confronto, Amanda Nunes e Cris Cyborg, aos poucos, começam a se preparar para um possível encontro dentro do octógono do UFC. Prova disso é o fato de que a atual campeã peso-galo da organização já estaria, em tese, subindo de peso para desafiar a compatriota na categoria peso-pena.

    No último final de semana, a “Leoa” publicou uma foto nas suas redes sociais ao subir em uma balança, cravando quase 73,5kg, no que seria a “fase inicial” da sua preparação para encarar Cyborg. Vale ressaltar que Cris chega a bater praticamente 80kg quando não está em período de preparação para os duelos no MMA, descendo para cerca de 66kg nas lutas.

    Apesar disso, o maior impasse segue sendo uma data que agrade ambas para o duelo. Cris Cyborg já reforçou que pretende enfrentar Amanda em setembro, no UFC Dallas, nos Estados Unidos. Já a baiana quer que o combate aconteça no dia 29 de dezembro, pelo UFC 232, último card da franquia no ano, alegando que vem se recuperando de uma lesão.

    Amanda Nunes, campeã peso-galo (até 61kg) anotou quase 73,5kg na balança (Foto: Reprodução)

    11 COMENTÁRIOS

    1. As duas se merecem, pois tem algo em comum, o ódio e o desrespeito pela maior de todos os tempos, a Ronda Housey. Apesar da Amanda ter vencido a Ronda e a Cyborg desejar o mesmo, elas nunca serão como ela, linda, maravilhosa, feminina, atriz de hollywood. Elas nunca passaram de grotescas lutadoras, enquanto a Ronda dispõe de todas as possibilidades do mundo, em qualquer área da vida! Toda a raiva que elas demonstraram ter pela Ronda não passa de inveja.

      • Tanto a Cyborg quanto a Amanda são lutadoras. No UFC se entra para lutar, não para desfilar ou atuar. Ambas amam o que fazem e independente de ganhar ou perder continuam sendo lutadoras, isso porque amam o que fazem. Não se escondem atrás de uma “depressão” pós derrota e correm para fazer qualquer outra coisa para sobreviver. Raiva da Ronda não foi por inveja e sim por falta de humildade da mesma. A Ronda respeitou a Miesha? A Holly? A Zingano? A Carmoushe? Devia era ser patriota e reconhecer os heróis do nosso país e para de chupar ovo de gringo!

      • Que caga pau que vc é. Ronda já foi a SEGUNDA melhor lutadora de MMA do mundo (1º sempre foi a Cyborg), mas foi superada pela Holm e Amanda, aí ficou com medinho de levar porrada e praticamente desistiu de lutar. Percebeu que MMA vai muito mais além de arm-locks; quando pegou uma lutadora mais gabaritada, se fodeu. Cyborg e Amanda são grotescas mesmo; por isso são campeãs…e que continuem assim.

    2. Está mesmo falando de mma? A maior de todos os tempos é e vai continuar sendo a Cyborg então pare de falar merda…

    3. Vale lembrar alguns fatos sobre a Ronda Housey: foi campeão olímpica, mundial e panamericana de judô, foi considerada imbatível no MMA por vários anos, os quais pernaneceu invicta por 12 lutas, e isso lutando contra as melhores do mundo. O fato dela ter abandonado o MMA se deu por não aceitar ser derrotada, o que é inevitável para qualquer um, em qualquer categoria.

      • Ei, veja direito… ela nao foi campeã alimpica nem mundial… foi terceiro, medalha de bronze ferinha…. antes de dar opiniao leia mais… wwe…. ela foi pro wwe. Veja a quantas lutas a cyborg esta invict

    4. Felipe Souza, você não entendeu, a Ronda não tem ovo! Não é porque um lutador (ou “lutadora”) é brasileiro que vou torcer por ele, pois muitos não são exemplos de verdadeiros esportistas, antes são exemplos do que não se deve ser, seja como pessoa, seja como atleta. Além do mais, considerar essas duas “heróis” seria diminuir o significado da palavra! https://youtu.be/CCA_R0xYevU

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome