Por Yago Rédua 

Nesta sexta-feira (13), Talita Treta tem a chance de se tornar a primeira brasileira a ser campeã do Bellator. A faixa-preta de Jiu-Jitsu vai desafiar Julia Budd, dona do cinturão dos penas, na edição 202, que acontece em Oklahoma (EUA). Médico da lutadora, o Dr. Rogério Padovan comentou como foi realizado o processo de corte de peso, através da periodização e não fazendo uma desidratação rigorosa às vésperas da pesagem.

Talita Treta revela ‘dicas’ de Demian para disputa de título no Bellator 202

“A Talita Treta começou um trabalho comigo e, assim como todo atleta do UFC, Belattor, atletas olímpicos, de alto rendimento, ela tinha essa dificuldade de bater peso e eu tentei fazer uma periodização para tirar essa “cultura”, que não é só o brasileiro, mas o mundo do MMA acha que precisa perder 10kg em uma semana. Isso é totalmente errado. Sei que é uma cultura, uma norma, mas se daqui a um tempo o peso tiver que ser batido no dia da luta, as pessoas vão ter que subir de categoria ou parar de luta. Fiz um trabalho com ela, de uma forma que ela chegasse na semana da luta com apenas 1 ou 2kg a mais. E foi o que aconteceu. Fizemos uma periodização. Ela pensou que fosse perder punch, mas eu falei que não ia perder punch. Ela fez um acompanhamento de suplementação alimentar e medicamentoso para manter o punch, o rendimento e todo o prospecto de aptidão física. Ela fez um post, que eu fiquei muito feliz. Agradecendo os companheiros, aí colocou o meu nome também, por ter batido o peso, pela primeira vez como lutadora de MMA, uma semana antes da luta”, contou o médico, que seguiu o relato.

“Eu sei que o atleta que tem a desidratação na semana da luta, vai para a luta com mais punch. Isso é, com certeza, uma realidade. Mas, ele também perde mais gás e resistência. Esse condicionamento físico e mental que ela tem, hoje, tenho 100% de certeza que ela está pronta para pegar esse cinturão e trazer para o Brasil. Essa cultura de perder muito peso às vésperas da luta, acho totalmente errado. Porém, trabalho com pessoas que fazem isso ainda, essa cultura está errada. Ela foi uma das primeiras atletas minha, tanto na questão mental e física, a chegar em plena forma na semana da luta”, encerrou.

Hoje foi dia de pesagem aqui em Oklahoma! Batemos o peso com facilidade e muito profissionalismo não posso deixar de agradecer meu empresário e preparador físico @pimentaaurelio que junto com o @nucleopadovan e o dr @rogeriopadovan fizeram o que é o mais correto a perca de peso não ser uma luta , tive uma dieta tranquila sem stress e bati abaixo do limite do peso, obrigado @wagnermotajj e Ana por sempre acreditar em mim vocês foram essenciais todos os dias não só nos treinos mas me ajudando a trabalhar minha mente ! Ao @centroarticular por todo suporte !Meu amor @robsonrezende13 obrigado por estar comigo a todo momento, por cuidar e se preocupar comigo ! Obrigado a todos pelas msg , amanhã será um grande dia ! Obrigado @bellatormma pela oportunidade ❤ #façatudocomamor #euqueroeuposso #jiujitsumylife #023schoolofjiujitsu #nadameabala #ozonioterapia #bjj #jiujitsulifestyle #EssenceOfJiuJitsu #ExclusiveJiuJitsu #athletesprogram #friendship13 #umporcento #talitanogueira #ghaircosmeticos #treta #ecofresh #ecofreshmelhoraçai #koralteam #koralfight #saopaulo #teampadovan #viladaluta #eufizdl #bellatormma #bjjlab #vomit3d #ghair #prontolight #brutalmassa / @exclusivejiujitsubeverlyhills @bjjlabsp @023schoolofjiujitsu

Uma publicação compartilhada por talita nogueira (@talitatreta) em

CARD COMPLETO:

Bellator 202
Oklahoma, Estados Unidos (EUA)
Sexta-feira, 13 de julho de 2018

Julia Budd x Talita Treta
Michael McDonald x Dudu Dantas
Chris Honeycutt x Leo Leite
Valentin Moldavsky x Ernest James
Emily Ducote x Veta Arteaga
Gerald Harris x Yaroslav Amosov
Will Morris x Charles Williams
Nation Gibrick x Luis Erives
Aaron Webb x Daniel Carey
Stephanie Geltmacher x Deborah Kouzmin
Steve Kozola x Ryan Walker
Jon Hill x Rudy Schaffroth
Fernando Gonzalez x Tyler Ingram