Aldo brilha, nocauteia Stephens e reencontra vitória no UFC Calgary; Poirier e Joanna vencem

Publicado em 29/07/2018 por: Yago Redua
Aldo brilha, nocauteia Stephens e reencontra vitória no UFC Calgary; Poirier e Joanna vencem Aldo voltou e vencer no Ultimate e afirmou que está de novo na briga pelo topo dos penas (Foto: Getty Images)

publicidade

Sem vencer há dois anos, José Aldo reencontrou a vitória na noite deste sábado (28), no UFC on FOX 30, em Calgary (CAN). O ex-campeão dos penas venceu Jeremy Stephens por nocaute técnico no primeiro round do co-main event e desabou no choro ainda no cage. Já na luta principal, Dustin Poirier nocauteou Eddie Alvarez na divisão dos leves.

A ex-campeã Joanna Jedrzjeczyk também voltou a vencer no UFC após superar Tecia Torres na decisão dos árbitros. Alexander Hernandez, em sua segunda luta no Ultimate, bateu Olivier Aubin-Mercier e segue em ascensão na franquia. No card preliminar, o brasileiro Matheus Nicolau foi nocauteado por Dustin Ortiz no assalto inicial.

Aldo brilha, vence por nocaute e desabafa

Em uma luta tensa, José Aldo começou controlando a distância e testou os low kicks. No entanto, Jeremy Stephens passou a conectar bons golpes e encurralou o brasileiro na grade. O ex-campeão aceitou a trocação, absorveu os golpes, deu a volta por cima e passou a colocar combinações. Com o oponente desgastado, Aldo acertou um gancho preciso na linha de cintura do norte-americano, que acusou o baque. No chão, o manauara aplicou mais golpes até o árbitro interromper o confronto no primeiro round.

Ainda no octógono, toda a equipe da Nova União e o próprio Aldo desabaram no choro (Foto: Getty Images)

Emocionado, Aldo desabou em lágrimas no octógono junto com Dedé Pederneiras, seu treinador, e os membros da Nova União. Ainda no cage, o ex-campeão disse que quer voltar a dominar a categoria dos penas. O “Campeão do Povo” não vencia por nocaute técnico desde de agosto 2013, quando derrotou Chan Sung Jung.

Poirier nocauteia Alvarez em reencontro

Dustin Poirier iniciou o confronto mais ligado e trabalhando melhor a distância. O canhoto entrava bem no raio de ação de Eddie Alvarez e colocava golpes limpos, além de aplicar low kicks. Para reagir na luta, o ex-campeão voltou para o segundo assalto indo para cima, mas ao tentar derrubar no double leg, deixou o pescoço e “The Diamond” por pouco não finalizou. Logo depois, Dustin encaixou novamente a guilhotina, mas sem sucesso.

Pouco tempo depois, foi a vez de Alvarez tentar usar o Jiu-Jitsu para garantir a vitória. O ex-campeão buscou um estrangulamento, depois fez o jogo de pressão e foi advertido pelo árbitro ao aplicar uma cotovelada de cima para baixo – o que é ilegal. Quando a luta regressou em pé, Poirier deu uma blitz com chutes, socos e encerrou o confronto com uma cotovelada para emplacar a terceira vitória seguida no UFC.

Poirier nocauteou Alvarez no segundo round e emplacou a terceira vitória seguida no UFC (Foto: Getty Images)

Joanna domina Tecia e volta a vencer

Assim que começou o confronto, Tecia Torres encurtou a distância e pressionou Joanna Jedrzjeczyk na grade. No entanto, a ex-campeã soube usar as suas características do Muay Thai e aplicou joelhadas, além de frustrar a norte-americana ao defender as tentativas de quedas. No segundo round, a luta passou a ser desenvolvida mais no centro do octógono, com Joanna controlando a distância, entrando, conectando os golpes e saindo. Tecia chegou a grudar, mas não conseguiu derrubar.

Como é habitual em suas lutas, Joanna chegou ao terceiro round com gás de sobra. A polonesa passou a ditar o ritmo do confronto e não apresentava opções para Torres. Já no minuto final, a norte-americana chegou a derrubar, mas sem efetividade. Por decisão unânime dos árbitros, a ex-campeã voltou a vencer no UFC.

Joanna dominou o confronto com Tecia e voltou a vencer após duas derrotas (Foto: Getty Images)

Hernandez emplaca segunda vitória no UFC

O primeiro round foi marcado pelo equilíbrio. Alexander Hernandez começou tomando a iniciativa, chegou a tentar derrubar Olivier Aubin-Mercier, que se defendeu e respondeu com bons golpes de encontro. Já no segundo assalto, o confronto se desenvolveu na maior parte no solo. O canadense tentou finalizar com uma americana, mas não conseguiu levar a posição adiante. Após um período de inatividade no chão, o duelo recomeçou em pé e ambos ficaram trocando golpes e joelhadas na altura da coxa.

No terceiro round, Aubin-Mercier aplicou um bom cruzado que fez Hernandez sentir. Na sequência, apesar do susto, o norte-americano derrubou o oponente e passou a trabalhar o jogo de pressão, com socos na linha de cintura. Com os dois lutadores exaustos, Alexander caiu por baixo, mas fez a raspagem e pegou as costas do canadense para trabalhar golpes e garantir a vitória por decisão unânime dos árbitros.

Hernandez chegou a segunda vitória seguida no Ultimate e mantém a crescente no UFC (Foto: Getty Images)

Ortiz surpreende e nocauteia Matheus Nicolau

Confiante, Matheus Nicolau teve um bom início de combate ao aplicar um low kick e derrubar Dustin Ortiz. Em seguida, com a luta em pé, o brasileiro emplacou uma sequência de cruzado e direto, que fez o adversário balançar. O norte-americano acordou para o confronto e acertou um high kick certeiro, que levou o brasileiro ao knockdown e ainda carimbou mais alguns golpes até o árbitro interromper o confronto. Ortiz chegou a terceira vitória seguida, enquanto o mineiro conheceu a primeira derrota no UFC.

Dustin Ortiz venceu o brasileiro Matheus Nicolau por nocaute técnico (Foto: Getty Images)

Destaques do card preliminar do UFC Calgary

No encerramento do card preliminar, Jordan Mein derrotou Alex Morono por decisão unânime, em um duelo repleto de emoção e reviravoltas. Com três rounds impecáveis, Hakeem Dawodu derrotou Austin Arnett por decisão unânime ao apresentar um Muay Thai de altíssimo nível. O canadense aplicou diversas combinações de golpes, além de uma esquiva apurada. Com apoio da torcida por lutar em casa, Kajan Johnson começou melhor. No entanto, Islam Makhachev conquistou uma queda e mostrou todas as suas armas na luta agarrada para finalizar o canadense com armlock, no round inicial.

Com um primeiro round espetacular, Ion Cutelaba aplicou socos e cotoveladas para nocautear Gadzhimurad Antigulov ainda no assalto inicial. Mesmo fora do Top-15 dos meio-pesados, o lutador desafiou Daniel Cormier, campeão da categoria. Já John Makdessi derrotou Ross Pearson por decisão unânime dos jurados. Os dois lutadores entregaram tudo o que os fãs de MMA esperavam, com 15 minutos de trocação. Ao fim do embate, ambos foram aplaudidos de pé pelo público.

No peso-mosca, Katlyn Chookagian administrou o morno combate e venceu a experiente Alexis Davis. Em um confronto equilibrado, Nina Ansaroff conseguiu defender as investidas de Randa Markos e impor o seu jogo. Desta forma, venceu por decisão unânime dos árbitros e pediu uma Top-10 da divisão dos palhas. Já na abertura do evento, Devin Powell derrotou Alvaro Herrera com um belo nocaute no primeiro round.

CONFIRA OS RESULTADOS:

UFC on Fox 30
Sábado, 28 de julho de 2018
Calgary, no Canadá

Card principal

Dustin Poirier derrotou Eddie Alvarez por nocaute técnico no 2R
José Aldo derrotou Jeremy Stephens por nocaute técnico no 1R
Joanna Jedrzjeczyk derrotou Tecia Torres por decisão unânime dos jurados
Alex Hernandez derrotou Olivier Aubin-Mercier por decisão unânime dos jurados

Card preliminar

Jordan Mein derrotou Alex Morono por decisão unânime dos jurados
Hakeem Dawodu derrotou Austin Arnett por decisão unânime dos jurados
Islam Makhachev finalizou Kajan Johnson com um armlock no 1R
Ion Cutelaba derrotou Gadzhimurad Antigulov por nocaute técnico no 1R
John Makdessi derrotou Ross Pearson por decisão unânime dos jurados
Katlyn Chookagian derrotou Alexis Davis na decisão unânime dos jurados
Dustin Ortiz derrotou Matheus Nicolau por nocaute técnico no 1R
Nina Ansaroff derrotou Randa Markos por decisão unânime dos jurados
Devin Powell derrotou Alvaro Herrera por nocaute no 1R

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade