Gaethje coloca Vick ‘para dormir’ no UFC Lincoln; Deiveson e Yahya salvam Brasil

    Gaethje teve atuação impressionante e não precisou de dois minutos para nocautear Vick (Foto Getty Images / UFC)

    Quem ficou acordado até tarde e esperou pela luta principal do UFC Fight Night 135, realizado neste sábado (25), em Lincoln, Nebraska (EUA), não se decepcionou. Pressionado por duas derrotas seguidas, Justin Gaethje espantou a má fase com um nocaute brutal sobre James Vick, ainda no primeiro round, colocando o rival para dormir no octógono.

    No co-main event, em duelo morno, Michael Johnson derrotou Andre Fili por decisão dividida dos jurados, mesmo resultado com que Cortney Casey superou Angela Hill. O peso-meio-médio Bryan Barberena, por sua vez, fez bonito diante do veterano Jake Ellenberger, conquistando o triunfo por nocaute técnico no round inicial. Já Eryk Anders, com um chute avassalador, nocauteou Tim Williams no terceiro assalto do confronto.

    Dos seis brasileiros que entraram em ação, apenas Deiveson Figueiredo e Rani Yahya saíram vitoriosos, com Warlley Alves, Iuri Marajó, Markus Maluko e Kalindra derrotados.

    Chute “à la tiro de meta” de Eryk Anders foi um dos destaques do card do UFC Lincoln (Foto Getty Images / UFC)

    Gaethje mostra seu valor e atropela Vick no main event

    Após muita provocação, Justin Gaethje e James Vick finalmente se encontraram no octógono. Porém, quem aguardava por uma disputa acirrada se enganou. “The Highlight” precisou de apenas um golpe bem dado para literalmente colocar Vick para dormir.

    Com o resultado, Gaethje se recupera das derrotas para Dustin Poirier e Eddie Alvarez, e de quebra freia o bom momento de James Vick, que vinha de quatro vitórias consecutivas.

    Com uma atuação impecável diante de John Moraga, Deiveson segue invicto no MMA (Foto Getty Images / UFC)

    Deiveson Figueiredo e Rany Yahya salvam a noite brasileira

    Foram seis brasileiros em ação no UFC Lincoln, porém, apenas dois saíram vitoriosos. Pelo card principal, Deiveson Figueiredo fez bonito contra o duro John Moraga. Mostrando um jogo muito ajustado, o “Deus da Guerra” dominou o primeiro round e, no assalto seguinte, acertou uma sequência avassaladora de golpes para triunfar por nocaute técnico.

    Com o resultado, Deiveson segue invicto no MMA, agora com 15 vitórias, e ganha ainda mais moral na divisão dos moscas. Após a luta, o paraense, que entrou no octógono como 14º no ranking da sua categoria e desbancou o sexto, pediu pelo bônus de performance.

    Com finalização sobre Sanders, Yahya bateu o recorde do peso-galo na história do UFC/WEC (Foto Getty Images / UFC)

    Abrindo a noite em Nebraska (EUA), Rani Yahya também brilhou. Diante de Luke Sanders, o peso-galo brasileiro encaixou uma linda chave de calcanhar no primeiro round e, de quebra, bateu o recorde de finalizações da história da categoria, que era de Urijah Faber.

    Agora recordista com oito finalizações, Rani também alcançou seu terceiro triunfo seguido no Ultimate e, com moral na divisão dos galos, pediu por uma chance de disputar o título.

    No caminho contrário de Deiveson e Yahya, o quarteto Warlley Alves, Iuri Marajó, Markus Maluko e Kalindra não empolgou e todos acabaram superados por seus respectivos rivais.

    Iuri Marajó pegou o braço de Sandhagen, mas incrivelmente não encaixou a finalização (Foto Getty Images / UFC)

    O caso mais surpreendente foi o do peso-galo Iuri Marajó. Em poucos segundos, Iuri pegou o braço de Cory Sandhagen e encaixou a finalização. Cory, porém, não bateu, deixando seu braço “ser levado” pelo brasileiro. Em certo momento, quando todos já pareciam incrédulos, o americano se soltou e conseguiu voltar para o confronto.

    No segundo round, com sangue nos olhos, Sandhagen foi com tudo pra cima de Marajó, que bastante cansado após tentar a finalização, não resistiu à pressão do adversário e sofreu o nocaute técnico, em uma das lutas mais empolgantes da noite em Nebraska.

    Warlley Alves sucumbiu para James Krause. Diante de um oponente embalado, o peso-meio-médio brasileiro vinha tendo problemas na disputa, mas quando uma joelhada de encontro de Krause entrou, começou o pesadelo. O americano não perdeu tempo, foi pra cima e, com uma forte sequência de golpes, nocauteou Warlley ainda em pé, na grade.

    Krause atropelou Warlley, chegou a cinco vitórias seguidas e vem subindo no peso-meio-médio (Foto Getty Images / UFC)

    Faixa-marrom de Jiu-Jitsu, Kalindra Faria foi surpreendida por Joanne Calderwood. Mesmo por cima e dominando a posição, a brasileira bobeou e entregou o braço para a faixa-azul escocesa, que atenta ao lance, encaixou o armlock e forçou os três tapinhas da paulista. Com três derrotas em três lutas do Ultimate, Kalindra vive situação delicada.

    Markus Maluko, por sua vez, até deu trabalho para Andrew Sanchez, levando o duelo para a decisão dos jurados após três rounds. Porém, com menor gás que o rival na reta final, viu Sanchez crescer para levar a vitória por unanimidade com um triplo 29 a 28.

    RESULTADOS COMPLETOS:

    UFC Fight Night 135
    Lincoln, em Nebraska (EUA)
    Sábado, 25 de agosto de 2018

    Card principal
    Justin Gaethje derrotou James Vick por nocaute no 1R
    Michael Johnson derrotou Andre Fili por decisão dividida dos jurados
    Cortney Casey derrotou Angela Hill por decisão dividida dos jurados
    Bryan Barberena derrotou Jake Ellenberger por nocaute técnico no 1R
    Deiveson Figueiredo derrotou John Moraga por nocaute técnico no 2R
    Eryk Anders derrotou Tim Williams por nocaute no 3R

    Card preliminar
    James Krause derrotou Warlley Alves por nocaute técnico no 2R
    Cory Sandhagen derrotou Iuri Marajó por nocaute técnico no 2R
    Andrew Sanchez derrotou Markus Maluko por decisão unânime dos jurados
    Mickey Gall finalizou George Sullivan com um mata-leão no 1R
    Joanne Calderwood finalizou Kalindra Faria com uma chave de braço no 1R
    Drew Dober derrotou Jon Tuck por decisão unânime dos jurados
    Rani Yahya finalizou Luke Sanders com uma chave de calcanhar no 1R

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome