Adriano Moraes projeta trilogia contra Geje Eustaquio pelo título no ONE: ‘Doido para lutar de novo’

Publicado em 29/08/2018 por: Mateus Machado
Adriano Moraes projeta trilogia contra Geje Eustaquio pelo título no ONE: ‘Doido para lutar de novo’ Adriano Moraes quer nova oportunidade para enfrentar Geje Eustaquio no ONE Championship (Foto divulgação)

publicidade

Aos 29 anos, Adriano Moraes segue treinando forte na American Top Team, na Flórida (EUA), e não vê a hora de calçar as luvas de MMA pelo ONE Championship em breve. Dono de 17 vitórias, sendo nove delas por finalização, e apenas três derrotas no MMA, Adriano comentou sobre sua jornada na organização asiática e os planos para voltar a lutar.

“Bem, fui o primeiro campeão da história do evento e me sinto muito feliz. Toda minha trajetória de sucesso mostra que o meu trabalho vem sendo executado com resultados positivos e com frequência. Me sinto muito bem e já estou doido para lutar de novo”, comentou Moraes, que recentemente perdeu o cinturão em duelo polêmico contra Geje Eustaquio, por decisão dividida dos jurados, em edição no ONE na China, em junho.

“Minha última luta foi muito polêmica. Muitas pessoas falaram que eu venci e eu também acho. Devo receber essa revanche em breve e já estou treinando. Eu pretendo me soltar mais em pé, deixando a agressividade e a violência tomarem conta da última etapa dessa incrível trilogia”, detalhou o casca-grossa ao sugerir mais um duelo contra Geje, já que estão empatados – uma vitória para cada -, além de detalhar como funciona sua rotina.

“Já estou na Flórida e com muita honra ajudando no camp dos meus amigos na ATT. Estou me preparando para minha próxima luta e estou dando ênfase na minha parte de trocação (Boxe) e ajustando sempre meu Jiu-Jitsu com uma galera de peso”, disse o faixa-preta.

Adriano ainda aproveitou para explicar como anda o instituto Arte Suave, seu projeto social voltado para as crianças, usando o Jiu-Jitsu como base para que os jovens carentes da região consigam melhores oportunidades na vida através  da filosofia da arte suave.

“Estava no Brasil mês passado, exatamente em Brasília. Fiquei muito feliz em rever minha família e amigos, e visitar os meninos do projeto Arte Suave, projeto social que eu, o professor Ueslei e o Rani Yahya estamos fazendo na cidade do Gama, no DF. Vi todas as crianças de quimono e com um tatame cada vez maior. Os meninos já estão evoluindo e com muitos sonhos. O que eu posso dizer para eles é aproveitar as oportunidades e fazer tudo com muito amor e dedicação. Eles vão chegar aonde quiserem com força de vontade”, destacou Adriano, que inaugurou o projeto social para crianças entre 5 e 15 anos em Brasília, ao lado do lutador do UFC Rani Yahya e Ueslei Barbosa, faixa-marrom de Jiu-Jitsu.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade