Brave divulga acerto com brasileiro ex-UFC, além de disputas de cinturão para card em Abu Dhabi; saiba mais

Publicado em 14/08/2018 por: Diogo Santarém
Brave divulga acerto com brasileiro ex-UFC, além de disputas de cinturão para card em Abu Dhabi; saiba mais Ex-UFC, Pepey perdeu suas últimas duas lutas na organização e agora quer recomeçar no Brave (Foto divulgação)

publicidade

O peso-pena Godofredo Pepey já tem data para retornar ao MMA. O ex-UFC assinou com o Brave Combat Federation e fará sua estreia na nova casa diante de Alex “Rolo” Torres. O duelo entre Pepey e Torres servirá como atração principal do Brave 15, que marca a estreia da companhia na Colômbia. O show acontecerá em Bucaramanga, no dia 7 de setembro.

Pepey chega para aumentar a disputadíssima categoria peso-pena do Brave, que foi reforçada recentemente por Jeremy Kennedy e Bubba Jenkins – este último disputará o título da categoria no Brave 16, contra o atual campeão até 66kg, Elias Boudegzdame. Já o canadense “JBC” luta nesta semana contra Danyel Pilò na luta co-principal do Brave 14.

O Brave 15 marcará a quarta vez da organização asiática na América do Sul. Após três viagens para o Brasil, o Brave desembarcará pela primeira vez na Colômbia. Além deste evento, outros sete shows estão marcados até o fim do ano, com edições nos seguintes países: Marrocos, Paquistão, Bahrein, África do Sul, Arábia Saudita, Índia e Abu Dhabi.

Disputas de cinturão no Brave 16

Logo após anunciar seu calendário para o restante de 2018, o Brave Combat Federation divulgou duas lutas do card que marcará o retorno da promoção aos Emirados Árabes Unidos: os campeões Carlston Harris (meio-médio) e Elias Boudegzdame (pena) enfrentam Jarrah Al-Selawe e Bubba Jenkins, respectivamente, no dia 21 de setembro, em Abu Dhabi.

Brave 16, na capital dos Emirados Árabes Unidos, contará com duas disputas de cinturão (Foto divulgação)

Harris não luta desde agosto do ano passado, quando conquistou o cinturão inaugural até 77kg com vitória dominante sobre o inglês Carl Booth, no Brave 8, em Curitiba. Nascido na Guiana, “Moçambique” treina e mora no Rio de Janeiro há mais de sete anos. Ele enfrentará Al-Selawe, que se tornou o lutador mais vitorioso da história da organização, com cinco triunfos, ao dominar o perigoso franco-argelino Tahar Hadbi em sua última apresentação, no Brave 12, na Indonésia. O duelo entre os dois servirá como luta principal.

Já Elias Boudegzdame terá o maior desafio de sua carreira. “Smile” vem de seis vitórias seguidas, com cinco finalizações e um nocaute técnico. O franco-argelino conquistou o cinturão diante de Masio Fullen no Brave 4 e tornou-se o primeiro campeão a defender o título, quando também finalizou Jakub Kowalewicz em março. Bubba Jenkins, por sua vez, fará sua estreia pelo Brave Combat Federation após assinar um contrato de longo prazo com a promoção. Campeão universitário da Divisão I de Wrestling nos EUA, Jenkins – ex-Bellator – treina na Black House e registra um cartel de 12 vitórias e quatro derrotas.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade