Cejudo bate Johnson e faz história no UFC 227; Dillashaw atropela Garbrandt e mantém cinturão

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 05/08/2018
Cejudo bate Johnson e faz história no UFC 227; Dillashaw atropela Garbrandt e mantém cinturão Henry Cejudo defenderá título dos moscas contra Dillashaw (Foto Getty Images / UFC)

publicidade

Quem acompanhou o UFC 227, realizado neste sábado (4), em Los Angeles (EUA), não se decepcionou. Foram duas disputas de cinturão históricas e seis brasileiros em ação, com um saldo de cinco vitórias a uma derrota para o Brasil. Na luta principal, TJ Dillashaw confirmou sua superioridade e, em revanche contra Cody Garbrandt, derrotou o rival por nocaute técnico ainda no primeiro round, mantendo o cinturão peso-galo do Ultimate.

No co-main event, Henry Cejudo fez história diante de Demetrious Johnson. Em luta apertadíssima, Cejudo destronou o maior campeão da história do UFC e sagrou-se o novo rei da divisão dos moscas. Representando o Brasil, Renato Moicano, Thiago Marreta, Pedro Munhoz, Carcacinha e Sheymon Moraes venceram, enquanto Polyana Viana perdeu.

TJ Dillashaw nocauteia Cody Garbrandt em revanche

Apesar da grande expectativa, a luta principal durou apenas um round. Dillashaw e Garbrandt se estudaram nos primeiros minutos, mas quando a mão do campeão entrou em um contragolpe e “No Love” balançou, TJ sentiu o momento. O americano, então, partiu para cima, apertou o ritmo e bateu até o nocaute técnico ser decretado pelo árbitro.

Dillashaw não deu chances para Garbrandt e nocauteou o desafeto ainda no primeiro round (Foto Getty Images / UFC)

Com a vitória, Dillashaw confirma sua autoridade como campeão peso-galo e, vendo Garbrandt no “passado”, agora projeta novos passos em sua trajetória na organização.

Cejudo surpreende e destrona Demetrious Johnson

Em um combate que deixou os fãs de Cejudo e Johnson sem fôlego, o desafiante mostrou sua melhor versão para surpreender e vencer. Por decisão dividida dos jurados, Henry Cejudo bateu Demetrious e destronou o recordista em defesas de cinturão da organização.

O duelo foi muito apertado, com Johnson melhor nos dois primeiros rounds e, a partir do terceiro, Cejudo crescendo no embate. No quinto e último assalto, com a luta aberta, os dois foram para a trocação, mas sem muita efetividade. Com o triunfo, Cejudo escreve o seu nome na seleta lista de campeões do Ultimate. Ao fim, ele pediu a palavra e avisou que está de olho no título dos galos, recebendo a resposta de TJ: “Pode vir, vamos fazer”.

Campeão Johnson lutou bem, deu trabalho para Cejudo, mas acabou superado por decisão (Foto Getty Images / UFC)

Moicano brilha, Marreta se recupera e Polyana perde

Um dos grandes destaques do UFC 227, Renato Moicano deu um verdadeiro show contra o veterano Cub Swanson, que contava com uma imensa torcida a seu favor no Staples Center. Porém, sem se importar com o fato, Moicano foi pra cima, encaixou um jab certeiro de esquerda e abriu caminho para sua vitória contra o americano ainda no primeiro round.

Na sequência, o peso-pena brasileiro montou, passou para as costas e finalizou no mata-leão, somando sua segunda vitória consecutiva e ganhando moral. Swanson, por sua vez, chegou ao seu terceiro revés seguido e vive situação delicada dentro do Ultimate.

Moicano finalizou Swanson mas, ao fim da luta, demonstrou grande respeito pelo rival (Foto Getty Images / UFC)

Antes, Polyana Viana conheceu sua primeira derrota no UFC, no único revés brasileiro em Los Angeles (EUA). Diante de JJ Aldrich, a “Dama de Ferro” até se esforçou, porém, sem efetividade, acabou dominada pela americana. No fim, vitória de JJ por decisão unânime.

Agora, Polyana soma nove triunfos e dois reveses em seu cartel, enquanto Aldrich chegou a marca de três resultados positivos seguidos nos palhas e vem se destacando no peso.

Marreta mostrou que está de volta e atropelou Holland na luta que abriu o card principal (Foto Getty Images / UFC)

Abrindo o card principal, Thiago Marreta mostrou que o revés para David Branch, em abril deste ano, já é passado. Com uma atuação segura, o brasileiro dominou Kevin Holland do início ao fim e venceu por unanimidade dos jurados em combate agitado.

Sua atuação foi baseada no trabalho de chão, onde Marreta abusou das transições e do ground and pound. Porém, sem conseguir finalizar Holland, administrou o resultado e chegou ao seu 18º triunfo no MMA, ganhando um gás na divisão dos médios do Ultimate.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC 227
Los Angeles, na Califórnia (EUA)
Sábado, 4 de agosto de 2018

Card principal
TJ Dillashaw derrotou Cody Garbrandt por nocaute técnico no 1R
Henry Cejudo derrotou Demetrious Johnson por decisão dividida dos jurados
Renato Moicano finalizou Cub Swanson com um mata-leão no 1R
JJ Aldrich derrotou Polyana Viana por decisão unânime dos jurados
Thiago Marreta derrotou Kevin Holland por decisão unânime dos jurados

Card preliminar
Pedro Munhoz derrotou Brett Johns por decisão unânime dos jurados
Ricky Simon derrotou Montel Jackson por decisão unânime dos jurados
Ricardo Carcacinha derrotou Kyung Ho Kang por decisão dividida dos jurados
Sheymon Moraes derrotou Matt Sayles por decisão unânime dos jurados
Alex Perez derrotou José Torres por nocaute no 1R
Weili Zhang derrotou Danielle Taylor por decisão unânime dos jurados
Marlon Vera derrotou Wuliji Buren por nocaute técnico no 2R

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade