Cleiton Predador engata segunda vitória no Brave CF e sonha com disputa de cinturão: ‘Estou próximo’

Embalado após duas vitórias na organização, Predador já projeta uma disputa de título (Foto divulgação Brave CF)

Em 16 lutas de MMA, Cleiton da Silva, o “Predador”, conquistou 14 vitórias. Oriundo do Muay Thai, ele venceu a maioria de suas lutas por nocaute, mas aos poucos vem demonstrando ser um lutador completo. Depois de se destacar no cenário nacional, ele ganhou a oportunidade de lutar no Brave CF. Em sua estreia, venceu Ahmed Amir por nocaute. Já na sua segunda apresentação, mostrou um Jiu-Jitsu refinado ao finalizar Pedro Colman com um mata-leão no Brave 15, realizado na última sexta-feira (7), na Colômbia.

“Venci a maioria das minhas lutas por nocaute, mas essa última no Brave fizemos uma estratégia diferente. O meu adversário só tinha a trocação, sabíamos que o chão dele era muito ruim, então traçamos a estratégia de colocá-lo para o chão e usar o Jiu-Jitsu. Imaginávamos que fosse uma finalização rápida. E foi o que aconteceu”, disse o lutador.

Com duas grandes apresentações, o mineiro se aproxima cada vez mais de uma disputa de cinturão da organização. Predador acredita que, caso conquiste mais uma vitória, poderá receber a oportunidade pelo título, e espera que ela venha em dezembro, na África do Sul.

“Essa foi a minha segunda vitória no Brave. Acredito que estou próximo do cinturão, estou mostrando serviço e me credenciando para que isso aconteça. Eu quero muito esse cinturão. Acredito que conquistando mais uma vitória no evento, eu ganhe essa oportunidade. Eu pedi para lutar em dezembro na África do Sul. O Predador caçou no Brasil, caçou na Colômbia e agora quer ter o prazer de caçar na África”, encerrou Cleiton.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente
Seu nome