Duelo de veteranos Hunt x Oleynik marca estreia do UFC na Rússia; Pitbull representa o Brasil

    Mark Hunt e Oleynik fizeram encarada amigável, mas na hora da luta tudo isso vai mudar (Foto Getty Images / UFC)

    Pela primeira vez em quase 25 anos de história, o UFC desembarca na cidade de Moscou, na Rússia, para um de seus eventos. O UFC Fight Night 136 acontece neste sábado (15), na Olimpiyskiy Arena, e contará com um duelo de veteranos no peso-pesado como luta principal: o neozelandês Mark Hunt, de 44 anos, encarando o russo Alexey Oleynik, de 41.

    O co-main event, válido pelo peso-meio-pesado, é entre o polonês Jan Blachowicz e o ucraniano Nikita Krylov, que retorna ao Ultimate depois de 21 meses fora. Completando o card principal, o ex-campeão dos pesados Andrei Arlovski enfrenta o russo Shamil Abdurakhimov, enquanto o brasileiro Thiago “Pitbull” Alves tenta se reabilitar na organização – após viver série irregular – contra o estreante invicto Alexey Kunchenko.

    Hunt e Oleynik fazem terceiro duelo mais velho da história do UFC

    Mesmo com novos nomes surgindo no peso-pesado, a experiência marca a luta principal do evento em Moscou. Hunt e Alexey Oleynik combinam 85 anos de idade juntos, tornando este o terceiro confronto mais velho da história do UFC, perdendo apenas para as lutas de Randy Couture contra Mark Coleman e James Toney, ambas realizadas em 2010.

    Atleta mais velho do UFC na atualidade, Hunt entra para o combate como oitavo colocado do ranking e vindo de derrota para Curtis Blaydes, em fevereiro. Com apenas uma vitória nas últimas quatro lutas, o duelo pode ser o último da carreira do neozelandês. Já Oleynik tenta se aproximar do top 5. Em sua última luta, finalizou o brasileiro Junior “Baby” Albini.

    Nikita Krylov retorna ao Ultimate em busca de disputa de título

    Muitos estranharam quando Nikita Krylov optou por deixar o UFC e iniciar uma trajetória no MMA russo após sua derrota para Misha Cirkunov, mas a aposta acabou dando certo para o ucraniano, que venceu quatro lutas, conseguiu juntar dinheiro com as bolsas gordas e retorna ao octógono com 26 anos de idade, além de um status melhor do que o anterior.

    Já visando uma possível disputa de título no futuro, Nikita enfrenta o polonês Jan Blachowicz, atual quarto no ranking do meio-pesado e que vive seu melhor momento na organização – com três vitórias seguidas -, também visando uma disputa de cinturão.

    Um ‘dinossauro’ do MMA, Arlovski segue na ativa e será atração na Rússia (Foto Getty Images / UFC)

    Incansável, Arlovski tenta reabilitação contra Shamil Abdurakhimov

    São quase 20 anos de carreira e mais de 40 combates profissionais, mas o bielorrusso Andrei Arlovski segue na ativa. Após se recuperar da péssima sequência que teve entre 2016 e 2017, Arlovski emplacou duas vitórias, mas voltou a ser derrotado, agora em resultado contestável contra o australiano Tai Tuivasa. Três meses depois, o atleta de 39 anos está de volta, desta vez para enfrentar o russo Shamil Abdurakhimov, que só perdeu um dos quatro combates que fez no Ultimate e vem de triunfo, em novembro de 2017.

    Thiago Alves enfrenta pedreira russa na abertura do card principal

    Os últimos anos da carreira do brasileiro Thiago “Pitbull” Alves não foram os melhores. Convivendo constantemente com seguidas lesões que o afastaram do octógono, ele nunca conseguiu a mesma sequência que teve entre 2006 e 2009, quando venceu sete lutas e disputou o cinturão da categoria dos meio-médios. Em performance irreconhecível, foi nocauteado por Curtis Millender em fevereiro deste ano, na sua última aparição pelo UFC.

    Do outro lado, Alexey Kunchenko quer mostrar serviço aos fãs ocidentais que ainda não o conhecem. Ex-campeão do M-1 Global, Kunchenko tem a impressionante marca de 18 vitórias em 18 lutas, sendo 13 delas por nocaute. Será a estreia do russo na organização.

    De volta, Thiago Pitbull será o único representante do Brasil no card em Moscou (Foto Getty Images / UFC)

    Talentos locais querem mostrar o seu trabalho no card preliminar

    O card preliminar do evento terá diversos nomes russos buscando mostrar serviço e crescer no UFC. O principal deles é o peso-galo Petr Yan, que fará sua segunda luta no octógono, enfrentando o estreante sul-coreano Jin Soo Son. Nomes que constantemente são mencionados no Top 15 da divisão dos leves, Mairbek Taisumov e Rustam Khabilov enfrentarão Desmond Green e Kajan Johnson respectivamente, visando subir na categoria.

    CARD COMPLETO:

    UFC Fight Night 136
    Olimpiyskiy Arena, em Moscou (RUS)

    Sábado, 15 de setembro de 2018

    Card principal
    Alexey Oleynik finalizou Mark Hunt com um mata-leão no 1R
    Jan Blachowicz finalizou Nikita Krylov com um katagatame no 2R
    Shamil Abdurakhimov derrotou Andrei Arlovski por decisão unânime dos jurados
    Alexey Kunchenko derrotou Thiago Pitbull por decisão unânime dos jurados

    Card preliminar
    Khalid Murtazaliev derrotou CB Dollaway por nocaute técnico no 2R
    Petr Yan derrotou Jin Soo Son por decisão unânime dos jurados
    Rustam Khabilov derrotou Kajan Johnson por decisão dividida dos jurados
    Mairbek Taisumov derrotou Desmond Green por decisão unânime dos jurados
    Magomed Ankalaev derrotou Marcin Prachnio por nocaute no 1R
    Jordan Johnson finalizou Adam Yandiev com um katagatame no 2R
    Ramazan Emeev derrotou Stefan Sekulic por decisão unânime dos jurados
    Merab Dvalishvili derrotou Terrion Ware por decisão unânime dos jurados

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome