Mayra Bueno comenta sobre luta no aniversário da mãe e quer ‘dar show’ no UFC São Paulo: ‘Muito motivada’

    Mayra Bueno chega ao UFC após realizar apenas quatro lutas como profissional (Foto divulgação UFC)

    Por Gabriel Carvalho

    A invicta Mayra Bueno é mais uma brasileira que ganha chance no UFC após impressionar em sua passagem pelo “Contender Series Brasil”. Com uma rápida finalização sobre Mayana Kelley, “Sheetara” assinou contrato e estreará no dia 22 de setembro, contra Gillian Robertson, no UFC São Paulo, mais uma vez marcado para o Ginásio do Ibirapuera.

    Em entrevista à TATAME, Mayra, que começou a carreira profissional apenas em 2015, revelou que já esperava estrear no octógono apenas em sua quinta luta no MMA, muito por conta das relevantes vitórias que conquistou enquanto esteve em ação no cenário nacional.

    “Eu me imaginaria em minha quinta luta chegando no UFC, sim, porque enfrentei grandes nomes no Brasil e bati eles, então sabia que estava próxima de realizar esse sonho”, disse.

    Com quatro vitórias profissionais por nocaute ou finalização, Bueno também explicou os motivos de uma finalização tão rápida no “Contender Series Brasil”, já que precisou de apenas 62 segundos para encerrar o combate contra Kelley e garantir seu contrato.

    “O motivo da minha performance ter sido impressionante é que tenho muitos professores bons e que me fazem estar pronta a todo momento, mas de ser tão rápida e tão surpreendente é porque a glória de Deus sempre está comigo e é tudo na minha vida”.

    Confira outros trechos da entrevista com Mayra Bueno:

    – Análise da oponente em São Paulo

    Vi algumas coisas da Gillian Robertson, ela é do Jiu-Jitsu, mas estaremos preparados pra trazer mais essa vitória. A preparação está forte como sempre foi e como sempre vai ser.

    – O que esperar da Mayra no UFC

    Para quem não conhece a Mayra ainda, no UFC pode esperar muita agressividade, porque sou agressiva e não me importo se é vitória ou derrota. É lógico que ninguém entra lá pensando em perder, não, mas eu me importo mesmo em dar um show e mostrar para os meus fãs que posso ser aquilo e que podemos ser o que quisermos ser com dedicação.

    – Oportunidade de lutar no Brasil

    Eu estou amando estrear no meu país porque São Paulo é minha segunda casa e, além da torcida ser toda a meu favor, é o aniversário da minha mãe, que é a pessoa mais importante da minha vida. Estou muito feliz, muito motivada que a vitória será nossa.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome