KLB comemora retorno aos meio-pesados no UFC São Paulo e garante: ‘Vou ser muito mais competitivo’

    KLB contou que já havia pedido ao UFC para descer de divisão, mas só agora teve o pedido aceito (Foto Getty Images / UFC)

    Por Yago Rédua

    Colecionando duas derrotas seguidas, Luis Henrique KLB tem compromisso marcado para o UFC São Paulo, no próximo sábado (22), contra Ryan Spann – que vai estrear na organização. Acostumado a lutar na divisão dos pesados, o brasileiro teve o seu desejo atendido pelo Ultimate e vai entrar em ação na categoria dos meio-pesados. Em entrevista à TATAME, o faixa-preta de Jiu-Jitsu contou um pouco mais sobre essa descida de peso.

    “Era um desejo antigo (descer para os meio-pesados). Eu tinha pedido logo depois da minha primeira luta, quando eles me contrataram como peso-pesado. Eu lutei com (Francis) Ngannou e perdi. Naquele momento, pedi para descer de categoria. Só que o UFC não quis deixar… Não sei (o motivo), talvez por eu ser um atleta novo e a categoria não ter tanta gente nova para uma renovação. Acabou que não me permitiram. Logo depois, eu fiz umas lutas, ganhei. Agora, venho em uma sequência ruim… Junto com o meu empresário e os meus técnicos conseguimos descer para a próxima luta. Acho que será muito bom, porque é um peso real meu. Eu me acho um cara pequeno para o peso-pesado, porque se você olhar, no Top 15, todos são caras bem grandes e maiores do que eu. No peso-meio-pesado, eu vou ser muito mais competitivo”, destacou o brasileiro

    Faixa-preta de Jiu-Jitsu, KLB contou que tem vontade de competir na modalidade e citou o ACB JJ, além do Circuito Brasil Open Mineirinho, que acontece tradicionalmente no Clube Municipal, no Rio de Janeiro. Segundo o lutador, a ideia é manter o ritmo de competição.

    “Você está sempre ali lidando com a adrenalina. Tipo eu, estou mais o menos um ano parado, por conta de contusão… Eu melhorei 100% agora, mas se manter na adrenalina é muito importante para o atleta. Pelo menos para a gente, lutar um ACB JJ, uma superluta aqui no Mineirinho, é algo muito importante, porque você manter o ritmo de treino, focado o tempo inteiro é difícil. Eu, particularmente, gosto de competir”, encerrou o lutador.

    CARD COMPLETO:

    UFC Fight Night 137
    Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo (SP)
    Sábado, 22 de setembro de 2018

    Card principal
    Peso-meio-pesado: Thiago Marreta x Eryk Anders
    Peso-meio-médio: Alex Cowboy x Carlo Pedersoli
    Peso-meio-pesado: Sam Alvey x Rogério Minotouro
    Peso-galo: Renan Barão x Andre Ewell
    Peso-palha: Randa Markos x Marina Rodriguez

    Card preliminar
    Peso-leve: Charles do Bronx x Christos Giagos
    Peso-leve: Evan Dunham x Francisco Massaranduba
    Peso-meio-pesado: Luis Henrique KLB x Ryan Spann
    Peso-pesado: Chase Sherman x Augusto Sakai
    Peso-meio-médio: Ben Saunders x Serginho Moraes
    Peso-mosca: Mayra Bueno x Gillian Robertson
    Peso-médio: Thales Leites x Hector Lombard
    Peso-meio-médio: Elizeu Capoeira x Luigi Vendramini
    Peso-palha: Lívia Renata Souza x Alex Chambers

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome