Charles do Bronx celebra 20 lutas pelo UFC no card em São Paulo e elogia rival: ‘Vai ser uma guerra’

    Do Bronx vem de grande vitória sobre Clay Guida e quer manter a boa fase em São Paulo (Foto Getty Images / UFC)

    Por Gabriel Carvalho

    O peso-leve paulista Charles do Bronx recebeu uma missão diferente no UFC. Depois das inúmeras baixas sofridas pelo card do UFC Fight Night 137, que acontece no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, no próximo sábado (22), ele recebeu o chamado da organização para enfrentar Christos Giagos, em combate que marcará a 20ª luta de Charles no UFC.

    Em entrevista à TATAME, Do Bronx explicou os motivos de aceitar o duelo contra Giagos – que está retornando ao UFC após três anos – com pouca antecedência, citando sua maior experiência no octógono do Ultimate como um dos diferenciais para sair com a vitória.

    “Na verdade, o UFC que decide com quem a gente vai lutar. Óbvio que queria lutar contra um cara que estivesse melhor no ranking, fosse mais ranqueado que eu, estivesse lá em cima e tal, mas o UFC mandou esse oponente e a gente aceitou. Sei que o cara está sendo contratado de novo, então ele vem com mais fome de vitória, mais vontade, sem pressão nenhuma e dentro da minha casa”, exclamou Charles, que também falou sobre as qualidades do oponente americano, principalmente citando suas valências na luta de chão.

    “Ele é um cara faixa-marrom de Jiu-Jitsu, se dá bem tanto em pé quanto no chão. Solta umas mãos antes de botar pra baixo, trabalha muito bem o ground and pound, é um cara duro, um cara veterano. Vai ser uma guerra, com certeza”, completou o lutador paulista.

    Com oito anos de organização, Do Bronx parte para a sua 20ª luta no Ultimate, se aproximando de nomes como Vitor Belfort, Gleison Tibau e Demian Maia. Hoje com 28 anos de idade, o brasileiro também falou sobre a evolução do seu jogo com o tempo.

    “O Charles como pessoa é o mesmo moleque, o mesmo cara da comunidade, com a mesma humildade, com as mesmas origens. Lógico que com uma vida um pouco melhor, mas aquele mesmo moleque brincalhão, feliz, tentando atender todo mundo. Não é eu que estou falando isso, pode falar com qualquer pessoa que me conhece. Acho que aprendi demais no Ultimate. Tenho uma bagagem boa com 28 anos, um cara veterano já só que mais novo. Então, cada dia que vai passando, eu vou aprendendo mais, crescendo mais no Ultimate, vou aprendendo coisas novas”, finalizou Charles, dono de 11 vitórias na franquia.

    CARD COMPLETO:

    UFC Fight Night 137
    Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo (SP)
    Sábado, 22 de setembro de 2018

    Card principal
    Peso-meio-pesado: Thiago Marreta x Eryk Anders
    Peso-meio-médio: Alex Cowboy x Carlo Pedersoli
    Peso-meio-pesado: Sam Alvey x Rogério Minotouro
    Peso-galo: Renan Barão x Andre Ewell
    Peso-palha: Randa Markos x Marina Rodriguez

    Card preliminar
    Peso-leve: Charles do Bronx x Christos Giagos
    Peso-leve: Evan Dunham x Francisco Massaranduba
    Peso-meio-pesado: Luis Henrique KLB x Ryan Spann
    Peso-pesado: Chase Sherman x Augusto Sakai
    Peso-meio-médio: Ben Saunders x Serginho Moraes
    Peso-mosca: Mayra Bueno x Gillian Robertson
    Peso-médio: Thales Leites x Hector Lombard
    Peso-meio-médio: Elizeu Capoeira x Luigi Vendramini
    Peso-palha: Lívia Renata Souza x Alex Chambers

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome