Shooto Brasil estreia em Volta Redonda com três títulos em jogo e Hacran Dias na luta principal

    Hacran Dias é a grande estrela da edição 88 do Shooto, em Volta Redonda (Foto Natalino Werneck / Werneck Produções)

    Com sua bandeira fincada no Rio de Janeiro, o Shooto Brasil mais uma vez expande seus horizontes pelo interior do estado. Na próxima sexta-feira (28), a cidade de Volta Redonda, no Sul Fluminense, recebe pela primeira vez o evento. A edição 88 promete entrar para a história da organização com três disputas de cinturão e um main event “daqueles”.

    O ex-UFC Hacran Dias encabeça o show diante de Ricardo Centeno, pela divisão dos ultra-leves (até 72,6kg). A noite conta ainda com três títulos em jogo. Pelos super-palhas (até 54,4kg) Werick Dinamite e o ex-campeão dos palhas Gilberto Cangaceiro disputam o cinturão vago. Entre os super-galos (até 63,5kg), Glyan Alves defende o título diante de Fiuri Ribeiro, enquanto que nos penas (até 66kg), Leonardo Limberger também busca a manutenção do cinturão contra Fabrício Negão, campeão dos leves (até 70kg). O evento tem início a partir das 18h e conta com transmissão ao vivo do Canal Combate.

    “É com muita satisfação que realizamos essa edição em Volta Redonda. Já estivemos em outras cidades do interior do Rio e foi um sucesso. Tenho certeza que não será diferente desta vez. Para coroar essa nossa estreia na cidade montamos um card de peso, com três títulos em jogo e um nome carimbado no cenário internacional, como o Hacran. As expectativas são as melhores possíveis”, disse Dedé Pederneiras, presidente da franquia.

    Um dos principais e mais antigos nomes da equipe Nova União, Hacran Dias busca retomar o caminho do sucesso após passagem apagada pelo UFC. Aos 34 anos, o amigo e parceiro de José Aldo vinha de três derrotas consecutivas, que lhe custaram a demissão no Ultimate, até reencontrar as vitórias no seu retorno ao Shooto, na edição 84, em maio deste ano, quando bateu Mauricio Machado com uma finalização no primeiro round.

    Com um currículo de 24 vitórias e seis derrotas, Hacran tem mais uma chance de mostrar que ainda tem lenha para queimar no MMA. O adversário do carioca é o equatoriano Ricardo Centeno. Natural de Quito, capital do país, o lutador fará sua estreia no Shooto Brasil. Com um cartel de quatro vitórias e três derrotas, ele terá um grande desafio.

    Três cinturões em jogo

    Além do main event da noite, o Shooto Brasil 88 reserva ainda grandes emoções. Pela divisão dos penas, o campeão Leonardo Limberger encara Fabricio Negão, campeão dos leves e que desce de divisão para buscar o segundo título em duas categorias distintas do Shooto Brasil. Limberger é gaúcho, mas mora no Rio de Janeiro. Ele é pupilo do lendário Pedro Rizzo e soma um retrospecto de 11 vitórias e apenas uma derrota. Já Negão é piauiense e tem um cartel bem parecido com seu rival, com 11 vitórias e duas derrotas.

    Pela divisão dos super-galos, o mineiro Glyan Alves vai para sua primeira defesa do título. Depois de surpreender e bater o, até então, favorito Pedro Falcão na edição 81, Glyan vai em busca da 12ª vitória na carreira. Do outro lado, o desafiante Fiuri Ribeiro, da equipe Nova União, tenta manter o bom retrospecto de oito vitórias e apenas uma derrota na carreira. Ele vem de quatro triunfos seguidos, sendo três delas lutando no Shooto Brasil.

    Pela categoria dos super-palhas mais um cinturão em jogo. Gilberto Cangaceiro, experiente lutador e ex-campeão dos palhas do Shooto, encara o carioca Werick Dinamite, pelo cinturão da nova categoria, atualmente vago. Gilberto exala experiência com 23 vitórias e apenas cinco derrotas, enquanto que Werick soma quatro vitórias em quatro lutas disputadas, duas delas no Shooto. O card conta ainda com outras nove lutas, com destaque para as presenças das feras Thiago Manchinha, Luan Lacerda e Luciano Benício.

    CARD COMPLETO:

    Shooto Brasil 88
    Ginásio da Ilha São João, em Volta Redonda (RJ)
    Sexta-feira, 28 de setembro de 2018

    Card principal
    Até 72kg: Ricardo Centeno x Hacran Dias
    Até 66kg: Fabricio Negão x Leonardo Limberger
    Até 63,5kg: Glyan Alves x Fiuri Ribeiro
    Até 54kg: Werick Dinamite x Gilberto Cangaceiro
    Até 66kg: Alberto Jarrin x Thiago Manchinha
    Até 77kg: Claudio Rocha x Murilo Filho
    Até 61kg: Alexandre Furão x Luan Lacerda
    Até 66kg: Paulo Ricardo x Luciano Benício
    Até 93kg: Carlos Eduardo x Delan Monte
    Até 48kg: Monique Adriane x Valesca Tina
    Até 77kg: Luiz Fabiano x Walber Timoteo

    Card preliminar
    Até 93kg: Felipe Conceição x Lucas Camacho
    Até 63,5kg: Erik Cesar x Matheus Gohan

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome