Eryk Anders analisa derrota pra Marreta: ‘Nunca estive tão cansado na vida toda’

    Eryk Anders não teve mais condições de seguir na luta após o terceiro round (Foto Getty Images / UFC)

    Eryk Anders aceitou uma missão difícil. Topou enfrentar o brasileiro Thiago Marreta na luta principal do UFC Fight Night 137, realizado em São Paulo, no último sábado (22), e acabou derrotado de forma melancólica, já que não conseguia permanecer de pé após o terceiro round e viu o árbitro central decretar o nocaute técnico a favor do brasileiro.

    Em entrevista ao site MMA Fighting, Anders, de 31 anos, comentou que nunca esteve tão cansado na sua carreira, já que não estava preparado como gostaria por ter topado a luta com apenas uma semana de antecedência para o evento, após lesão de Jimi Manuwa.

    “Eu só queria deitar e descansar por um segundo. Óbvio que o meio do octógono não era o lugar ideal para isso, então falei com os médicos e me levaram para o hospital. Mas antes, fui ao vestiário, tomei um banho e deitei um pouco. Nunca estive tão cansado e esvaziado daquele jeito em toda a minha vida”, disse Eryk, que luta profissionalmente desde 2015.

    O americano também não protestou em relação a interrupção do árbitro Marc Goddard, citando a queda do seu protetor e afirmando que ele interrompeu o duelo na hora certa.

    “Meu protetor bucal caiu em um momento que eu estava pressionando ele (Marreta) na grade. Marc Goddard parou e reiniciou. Se você assistir à luta, ao ver ele tentando nos separar, estou escorado no Marc Goddard, estava exausto ali. Tentei voltar ao banco no final do terceiro round, mas já não conseguia mais me mexer”, completou Eryk Anders.

    RESULTADOS COMPLETOS:

    UFC Fight Night 137
    Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo (SP)
    Sábado, 22 de setembro de 2018

    Card principal
    Thiago Marreta derrotou Eryk Anders por nocaute técnico no 3R
    Alex Cowboy derrotou Carlo Pedersoli por nocaute técnico no 1R
    Rogério Minotouro derrotou Sam Alvey por nocaute técnico no 2R
    Andre Ewell derrotou Renan Barão por decisão dividida dos jurados
    Randa Markos x Marina Rodriguez terminou em empate majoritário

    Card preliminar
    Charles do Bronx finalizou Christos Giagos com um mata-leão no 2R
    Francisco Massaranduba derrotou Evan Dunham por nocaute no 2R
    Ryan Spann derrotou Luis Henrique KLB por decisão unânime dos jurados
    Augusto Sakai derrotou Chase Sherman por nocaute técnico no 3R
    Serginho Moraes finalizou Ben Saunders com um katagatame no 2R
    Mayra Bueno finalizou Gillian Robertson com um armlock no 1R
    Thales Leites derrotou Hector Lombard por decisão unânime dos jurados
    Elizeu Capoeira derrotou Luigi Vendramini por nocaute no 2R
    Livinha Souza finalizou Alex Chambers com uma guilhotina no 1R

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome