GSP deixa ‘porta aberta’ para volta e não descarta o vencedor de Khabib x Conor

    St-Pierre afirmou que vem melhorando do tratamento e que tem tudo para retornar em breve (Foto Getty Images / UFC)

    Tratando de uma colite ulcerosa desde 2017, o ex-campeão do UFC, Georges St-Pierre, começou um processo de transição que pode o aproximar de um retorno ao octógono antes do tempo. Em entrevista ao site MMA Fighting, o atleta canadense revelou que o pior já passou, e que inclusive diminuiu o nível de sua medicação para combater a doença.

    “Estou diminuindo a dose de medicação que tenho. A medicação é anti-inflamatória, então você precisa diminuir. Não de uma vez, mas estou diminuindo a cada mês e em breve virará passado. Agora, boa parte dos sintomas estão desaparecendo”, comentou Georges.

    GSP não luta desde novembro de 2017, quando finalizou o inglês Michael Bisping na luta principal do UFC 217 e se tornou campeão dos médios do UFC, se juntando a outros nomes como um dos únicos a ostentar cinturões em duas categorias diferentes. Com 37 anos, Georges falou sobre uma possível volta ao MMA e despistou em relação à possibilidade de enfrentar o vencedor entre Khabib Nurmagomedov e Conor McGregor no peso-leve.

    “De forma alguma (aposentadoria). Estou deixando a porta aberta. Quando eu fechar, as pessoas irão saber, mas agora, ela está bem aberta”, disse o canadense, que prosseguiu.

    “Não posso dizer sim ou não ainda (topar luta com Khabib ou Conor). Uma coisa que sei é que o UFC nunca me deixará lutar nos leves. Eles estão com medo de que eu suma com o cinturão de novo, e eu entendo eles. Entendo o ponto de vista dos negócios”, encerrou.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome