Ewell elogia Barão, mas fala de problema com peso: ‘Tudo estava favorecendo ele’

Publicado em 27/09/2018 por: Gabriel gabriel
Ewell elogia Barão, mas fala de problema com peso: ‘Tudo estava favorecendo ele’ Andre Ewell derrotou Renan Barão na decisão dividida dos árbitros no UFC São Paulo (Foto Getty Images / UFC)

publicidade

Por Diogo Santarém e Gabriel Carvalho

Andre Ewell estreou chamando atenção no UFC. Enfrentando o ex-campeão dos galos Renan Barão no UFC Fight Night 137, realizado no último final de semana, em São Paulo, o norte-americano conseguiu um triunfo por decisão dividida dos árbitros. Em conversa com jornalistas na sala de imprensa, o carismático lutador comentou que fraturou a mão ainda no primeiro round e, por conta deste motivo, não conseguiu nocautear o brasileiro.

“Ele é duro e temos que lembrar que esteve no ranking peso-por-peso por um motivo. Ele não tem queixo de vidro, tentei explorar, fazer o meu melhor, mas não consegui nocautear no primeiro round. Peço desculpas a todos que falei que nocautearia no primeiro round”, afirmou Ewell, de 30 anos, dono de um cartel com 14 vitórias e quatro reveses no MMA.

Renan ultrapassou o limite do peso-galo em quase 3kg. A falha do brasileiro rendeu criticas por parte de Ewell, que acredita que a luta poderia ter sido mais clara ao seu favor.

“Menos peso cortado significa mais peso que você carrega. Eu precisava bater mais forte nele. Ele tem queixo, mas tudo estava favorecendo ele. Consegui acertar ótimos golpes, mas ele conseguiu quebrar a minha mão esquerda. Ninguém consegue quebrar a minha mão esquerda desse jeito. Eu bato nos (lutadores) 66kg e nos 70kg e eles não aguentam. Isso mostra que ele (Barão) tem muito queixo e coração, e me forçou também. Eu estava no chão contra um faixa-preta e eu sobrevivi. O que me salvou? Minha equipe, eles mereceram a vitória também, com certeza”, encerrou o americano, “Mr. Highlight”.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC Fight Night 137
Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo (SP)
Sábado, 22 de setembro de 2018

Card principal
Thiago Marreta derrotou Eryk Anders por nocaute técnico no 3R
Alex Cowboy derrotou Carlo Pedersoli por nocaute técnico no 1R
Rogério Minotouro derrotou Sam Alvey por nocaute técnico no 2R
Andre Ewell derrotou Renan Barão por decisão dividida dos jurados
Randa Markos x Marina Rodriguez terminou em empate majoritário

Card preliminar
Charles do Bronx finalizou Christos Giagos com um mata-leão no 2R
Francisco Massaranduba derrotou Evan Dunham por nocaute no 2R
Ryan Spann derrotou Luis Henrique KLB por decisão unânime dos jurados
Augusto Sakai derrotou Chase Sherman por nocaute técnico no 3R
Serginho Moraes finalizou Ben Saunders com um katagatame no 2R
Mayra Bueno finalizou Gillian Robertson com um armlock no 1R
Thales Leites derrotou Hector Lombard por decisão unânime dos jurados
Elizeu Capoeira derrotou Luigi Vendramini por nocaute no 2R
Livinha Souza finalizou Alex Chambers com uma guilhotina no 1R

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade