Em meio ao pedido por ‘lutas maiores’ no UFC, Cowboy se recusa a mudar postura: ‘Nao sou falastrão’

Publicado em 20/09/2018 por: Yago Redua
Em meio ao pedido por ‘lutas maiores’ no UFC, Cowboy se recusa a mudar postura: ‘Nao sou falastrão’ Alex Cowboy venceu, em sua última luta, Carlos Condit por finalização no mês de abril (Foto: Getty Images)

publicidade

Por Diogo Santarém e Gabriel Carvalho

Assim que foi anunciado o card do UFC São Paulo, Alex Cowboy teria um confronto importante com Neil Magny. No entanto, o norte-americano deixou o duelo e aceitou o main event do UFC Argentina contra Santiago Ponzinibbio, em novembro. Desta forma, o brasileiro se manteve no card e recebeu, de última hora, Carlo Pedersoli como adversário. O estadunidense vai para a segunda luta no UFC, tendo vencido a estreia contra Bradley Scott, em maio, pelo UFC Fight Night 130, em Liverpool.

Nesta quinta-feira (20), no Media Day para o UFC São Paulo, que será realizado no próximo sábado (22), Cowboy disse que esperava um rival melhor colocado no ranking. Contudo, o lutador, que ocupa a 14ª posição nos meio-médios, revelou que já pediu diversas vezes por lutas maiores – como em abril, quando venceu o ex-campeão interino Carlos Condit.

“É uma oportunidade que eu peço toda hora para o UFC, mas eles não me deram ainda de pegar uns caras que estejam melhor no ranking, para eu chegar no cinturão. Mas eu não vou ficar pedindo toda hora. Eu ganhei do ex-campeão (Condit). Acho que tenho capacidade. Basta eles me darem essa oportunidade, que vai ser bem aproveitada. As vezes, precisamos mudar para sermos outras pessoas. Mas, temos que ser o que somos. Eu não sou um cara falastrão ou brigão. Eu sou um lutador, só luto. Só isso”, disse Cowboy.

O brasileiro ainda comentou a oportunidade de lutar diante da torcida em São Paulo, a alta do dólar que faz o lutador brasileiro faturar mais na conversão para o real, garantiu que vai conquistar o bônus de “Performance da Noite” e ainda fez uma análise do oponente.

Confira abaixo a entrevista na íntegra:
– Feliz por lutar diante da torcida

Eu estou feliz pra caramba por lutar aqui no Brasil, no meu país. Eu só tenho a agradecer o adversário por ter aceitado a luta de última hora. Lutar lá fora é bom, mas lutar aqui não tem explicação. Não tenho palavra para dizer, é muito bom.

– Alta do dólar e chance de faturar mais

Quem não visa isso, está mentindo (risos). Viso sim. Esse ano é a minha segunda luta. Eu gosto de lutar quatro, cinco vezes por ano. Espero que depois dessa luta, tenha outra esse ano ainda para fechar ano com chave de ouro. Eu quero lutar.

Encarada entre os dois foi respeitosa e Cowboy até interagiu com os jornalistas (Foto: Getty Images)

– Objetivo de nocautear e buscar o bônus

Eu sou um nocauteador, vinha para nocautear. Eu vou com tudo para cima. Vai ser o meu quinto bônus com esse que eu vou ganhar (no UFC São Paulo). Certeza que eu vou ganhar.

– Análise do adversário, mesmo com pouco tempo

Estudamos o adversário, sim. Vimos os erros dele, as falhas. Estamos acostumados também a pegar os adversários em cima da hora, já peguei lutas em cima da hora. Esse é o mundo que eu vivo. Isso é o UFC (risos).

CARD COMPLETO:

UFC Fight Night 137
Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo (SP)
Sábado, 22 de setembro de 2018

Card principal
Peso-meio-pesado: Thiago Marreta x Eryk Anders
Peso-meio-médio: Alex Cowboy x Carlo Pedersoli
Peso-meio-pesado: Sam Alvey x Rogério Minotouro
Peso-galo: Renan Barão x Andre Ewell
Peso-palha: Randa Markos x Marina Rodriguez

Card preliminar
Peso-leve: Charles do Bronx x Christos Giagos
Peso-leve: Evan Dunham x Francisco Massaranduba
Peso-meio-pesado: Luis Henrique KLB x Ryan Spann
Peso-pesado: Chase Sherman x Augusto Sakai
Peso-meio-médio: Ben Saunders x Serginho Moraes
Peso-mosca: Mayra Bueno x Gillian Robertson
Peso-médio: Thales Leites x Hector Lombard
Peso-meio-médio: Elizeu Capoeira x Luigi Vendramini
Peso-palha: Lívia Renata Souza x Alex Chambers

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade