Relembre a rivalidade Wanderlei Silva x Rampage Jackson, que lutam pela quarta vez neste sábado (29)

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 28/09/2018
Relembre a rivalidade Wanderlei Silva x Rampage Jackson, que lutam pela quarta vez neste sábado (29) Rampage Jackson e Wanderlei Silva já se enfrentaram três vezes, sendo a última no UFC (Foto Getty Images)

publicidade

Wanderlei Silva e Rampage Jackson são marcados por uma das rivalidades mais importantes da história do MMA. Muito antes dos confrontos envolvendo rios de dinheiro, os dois veteranos deixaram um histórico de antagonismo e grandes combates no extinto PRIDE e no UFC. A rivalidade terá um quarto capítulo neste sábado (29), no Bellator 206, em San Jose, Califórnia, (EUA), quando eles se enfrentam novamente depois de dez anos.

A rivalidade começou a brotar em 2001. Na época, o PRIDE contratou o desconhecido Quinton “Rampage” Jackson para enfrentar o japonês Kazushi Sakuraba, em uma tentativa de levantar o astro do evento, que tinha sido nocauteado por Wanderlei. Apesar de ser finalizado, o americano deixou uma boa impressão nos ringues e, desde aquele momento, iniciou as provocações ao brasileiro, que era o campeão dos médios da organização.

Em março de 2003, Rampage nocauteou o ex-campeão do UFC Kevin Randleman, e utilizou a entrevista pós-luta para fazer um desafio a Wan, que subiu no ringue para responder. Os dois se desentenderam e aumentaram ainda mais as expectativas para um combate.

E o primeiro encontro aconteceu no dia 9 de novembro de 2003, no Tokyo Dome, no Japão. Era a final do torneio peso-médio do PRIDE. Jackson começou melhor no combate, conseguiu controlar Silva no chão por bastante tempo, mas após o árbitro recolocar os dois de pé, Wanderlei explodiu e conseguiu o nocaute técnico com joelhadas avassaladoras.

Depois de um primeiro grande confronto, Wand e Rampage fizeram a revanche também no PRIDE, pela edição 28, realizada em outubro de 2004. Na ocasião, estava em jogo o cinturão dos médios da organização, que pertencia ao brasileiro natural de Curitiba (PR).

O filme praticamente se repetiu. Jackson começou melhor no duelo, mas já no segundo assalto, foi abalado por um gancho de direita de Wanderlei, que voltou a trazer a luta para o “thai clinch” e desferiu cinco joelhadas brutais, que fizeram o americano cair nas cordas, em uma das cenas mais icônicas da história do MMA (confira o momento no vídeo abaixo).

Quatro anos depois, eles fizeram a trilogia, mas agora em uma organização diferente. O UFC decidiu casar o reencontro dos dois no UFC 92, que aconteceu em dezembro de 2008. Na ocasião, Quinton tinha acabado de perder o cinturão dos meio-pesados do evento, enquanto Wanderlei vinha de uma boa vitória sobre Keith Jardine, sete meses antes.

Desta vez, o resultado foi diferente, com Rampage nocauteando o brasileiro no primeiro assalto com um belo gancho de esquerda, finalmente conseguindo vingar a derrota que vinha engasgada há um bom tempo e deixando o placar em 2 a 1 até este sábado (29).

CARD COMPLETO:

Bellator 206
San Jose, na Califórnia (EUA)
Sábado, 29 de setembro de 2018

Card principal
Gegard Mousasi x Rory MacDonald
Quinton Jackson x Wanderlei Silva
Douglas Lima x Andrey Koreshkov
Aaron Pico x Leandro Higo
Keri Melendez x Dakota Zimmerman
Gaston Bolanos x Ysidro Gutierrez

Card preliminar
Adam Piccolotti x James Terry
Jeremiah Labiano x Justin Smitley
Amber Leibrock x Arlene Blencowe
Josh San Diego x Joe Neal
Cass Bell x Ty Costa
Isaiah Gonzalez x Khai Wu
Jacob Ycaro x Ignacio Ortiz
Ricky Abdelaziz x Laird Anderson
Chuck Campbell x Joseph Ramirez
Anthony Figueroa x Samuel Romero

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade