Ronda Rousey volta a finalizar e mantém título no WWE; Brock Lesnar renova contrato com a organização

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 18/09/2018
Ronda Rousey volta a finalizar e mantém título no WWE; Brock Lesnar renova contrato com a organização Ex-estrela do UFC, Ronda Rousey finalizou oponente e manteve o cinturão no WWE (Foto reprodução)

publicidade

Ex-detentora do título peso-galo e também Hall da Fama do UFC, Ronda Rousey segue construindo uma trajetória de sucesso no WWE – maior evento de lutas coreografadas do mundo. Pela edição “Hell in a Cell”, realizada no último domingo (16), em San Antonio, nos Estados Unidos, “Rowdy” emplacou mais uma vitória por finalização e, desta forma, seguiu com o título do “Raw”, uma das marcas da liga de telecatch e onde a estrela é campeã.

No duelo em questão, que vale ressaltar, é simulado, Ronda estava com uma lesão na costela, sendo assim, o local passou a ser o alvo de sua adversária, Alexa Bliss. No entanto, Rousey soube lidar com a adversidade e saiu vencedora após aplicar um armlock, seu golpe favorito desde os tempos de Ultimate e que a consagrou em diversas vitórias.

“Você não pode se preparar para falhar. Nunca aprendi como perder, nunca sequer cogitei esta possibilidade. Acho que este pensamento me levou a isso. Isso torna as derrotas mais devastadoras, mas também faz as vitórias mais frequentes”, disse a americana ex-UFC.

Brock Lesnar renova com o WWE

Assim como Ronda Rousey, outra figura conhecida dos fãs de MMA surgiu no evento “Hell in a Cell”. Brock Lesnar apareceu de surpresa no torneio e foi ovacionado pelos fãs presentes no local. O americano não se apresentava pela franquia desde agosto, quando acabou sendo derrotado por Roman Reigns em sua última luta presente no contrato.

No entanto, de acordo com informações do site MMA Fighting, Lesnar assinou um novo contrato com o WWE e sua próxima apresentação na liga de entretenimento acontecerá no dia 2 de novembro, na Arábia Saudita. A renovação de Brock com a franquia de telecatch põe em dúvida se o gigante americano poderá lutar pelo Ultimate. Vale ressaltar que o lutador, de 41 anos, foi desafiado por Daniel Cormier a disputar o título dos pesos pesados.

Lesnar, que inclusive já foi campeão peso-pesado do UFC, contabiliza cinco vitórias, três derrotas e um “No Contest” em seu cartel no MMA profissional. O lutador, em 2016, recebeu uma punição da USADA (Agência Antidoping dos Estados Unidos) por falhar em um teste antidoping. O gancho aplicado pelo órgão só permite o americano de competir pelo UFC a partir de janeiro de 2019, o que lhe daria condições legais de enfrentar Cormier.

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade