Woodley derrota Darren Till e mantém cinturão no UFC 228; Bate-Estaca atropela Kowalkiewicz

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 10/09/2018
Woodley derrota Darren Till e mantém cinturão no UFC 228; Bate-Estaca atropela Kowalkiewicz Woodley finalizou Till e ultrapassou Demetrious Johnson no ranking peso-por-peso (Foto Getty Images / UFC)

publicidade

Grandes combates marcaram o card do UFC 228, realizado neste sábado (8), em Dallas, nos Estados Unidos. Na luta principal da noite, o campeão meio-médio Tyron Woodley manteve seu título com uma grande atuação sobre o então invicto Darren Till, finalizando o inglês no segundo round e defendendo o cinturão com sucesso pela quarta vez. No co-main event, com uma atuação implacável, a brasileira Jéssica Bate-Estaca não deu chances para Karolina Kowalkiewicz e nocauteou a polonesa ainda no primeiro round.

Outros destaques do evento ficaram por conta de Zabit Magomedsharipov, Abdul Razak Alhassan, Aljamain Sterling, Geoff Neal e Jim Miller, que conquistaram belas vitórias e levantaram o público presente na American Airlines Center com nocautes e finalizações.

Woodley se impõe, supera Till e mantém cinturão

Tyron Woodley segue campeão meio-médio do UFC. Em sua quarta defesa de cinturão, o americano colocou a coroa em jogo contra o invicto inglês Darren Till. Após um primeiro assalto travado, com bastante pressão na grade e poucos golpes, Woodley desencantou de vez no segundo round, derrubando o inglês com um potente soco de encontro.

Darren ainda foi valente e sobreviveu aos fortes ataques de Woodley no ground and pound, que utilizava – e acertava – muitas cotoveladas. Porém, já na reta final do segundo assalto, Tyron encaixou um triângulo de mão invertido e forçou os três tapinhas de Till.

Bate-Estaca nocauteia polonesa e pede title shot

Jéssica Bate-Estaca foi avassaladora novamente. A peso-palha brasileira enfrentou a polonesa Karolina Kowalkiewicz no co-main event da noite e precisou de menos de dois minutos para conseguir um impressionante nocaute. Jéssica iniciou o combate pressionando e atingindo Kowalkiewicz com muitos socos. Apesar de ter sido atingida também, a brasileira encontrou espaço e conectou um belo cruzado de direita, que derrubou Karolina na marca de 1min e 58s do round inicial. Com a sua terceira vitória consecutiva no Ultimate, Bate-Estaca, em entrevista pós-luta, pediu para enfrentar a campeã peso-palha, Rose Namajunas, ainda este ano. Resta aguardar a reposta do UFC.

Com nova vitória, Bate-Estaca deve receber uma chance de disputar o cinturão (Foto Getty Images / UFC)

Russo vence com bela finalização e segue em alta

O invicto Zabit Magomedsharipov deu mais um show. Enfrentando Brandon Davis, que topou o combate com pouco tempo de preparo, o peso-pena russo vinha lutando com o freio de mão puxado, mas engrenou de vez no segundo assalto pegando as costas do americano e finalizando com uma chave de joelho enquanto tinha o domínio das costas de Brandon. Com 27 anos, Zabit segue impressionando e já soma quatro vitórias no Ultimate.

Rivera derrota Dodson e se recupera no peso-galo

Depois da acachapante derrota que sofreu para Marlon Moraes, o americano Jimmie Rivera se recuperou com um triunfo sobre John Dodson, em duelo válido pela categoria peso-galo. O combate ficou marcado pelo controle que Rivera teve na troca de golpes, mantendo uma distância confortável para golpear e se aproveitando de um Dodson mais lento que o normal. Desta forma, Jimmie saiu vencedor por decisão unânime dos jurados.

Alhassan vence em menos de um minuto de luta

O duelo entre Abdul Razak Alhassan e Niko Price prometia ser elétrico, e eles corresponderam as expectativas. Os dois começaram a trocar golpes desde o início, e Abdul levou vantagem, conseguindo pressionar e aplicando os melhores golpes, até acertar um cruzado de esquerda e outro de direita para apagar Price com apenas 43 segundos de luta, chegando ao seu terceiro resultado positivo de forma consecutiva na organização.

Suárez supera ex-campeã do UFC e segue invicta

Na luta que fechou o card preliminar do evento, Tatiana Suárez conquistou a vitória mais importante da sua carreira. A americana encarou a ex-campeã dos palhas, Carla Esparza, e dominou o combate por completo, utilizando muitas quedas e conseguindo o nocaute técnico por ground and pound no final do terceiro round. Cada vez mais em alta na divisão peso-palha, Suárez segue invicta no MMA, agora com sete vitórias contabilizadas.

Sterling encaixou rara finalização para seguir subindo na divisão dos galos (Foto Getty Images / UFC)

Sterling vence Stamann com rara finalização

O peso-galo Aljamain Sterling conquistou uma importante vitória sobre Cody Stamann no card preliminar do UFC 228. O duelo ficou marcado pelas disputas de posição no solo e tentativas de finalização. No segundo assalto, entretanto, Aljamain conseguiu sair em vantagem, pegou as costas de Stamann e o finalizou com uma rara chave de joelho.

Neal aplica belo nocaute e vence a segunda seguida

Geoff Neal e Frank Camacho protagonizaram um dos melhores momentos do card preliminar. Neal começou a luta se aproveitando das brechas de Camacho e pontuando bastante com seu Boxe, inclusive conseguindo um knockdown ao fim do primeiro round. No segundo, a luta teve momentos de trocação franca, e em um deles, Neal acertou um lindo chute alto, vencendo por nocaute e emplacando sua segunda vitória consecutiva no UFC.

Sanchez tem atuação segura e supera White

Vencedor da primeira temporada do reality show The Ultimate Fighter (TUF), o veterano Diego Sanchez voltou a vencer pelo Ultimate. Enfrentando Craig White em duelo no peso-meio-médio, Sanchez, que vinha de duas duras derrotas na organização, utilizou o seu forte jogo de chão para garantir um triunfo por decisão unânime dos jurados.

Miller volta a vencer e faz história no Ultimate

Jim Miller fez história e saiu com resultado positivo. O americano de 35 anos se tornou o primeiro lutador no UFC a atingir o número de 30 lutas e pôde celebrar o feito com uma bela finalização sobre Alex White, com apenas 89 segundos. Miller ainda quebrou uma sequência de quatro derrotas seguidas na organização e somou sua 29ª vitória no cartel.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC 228
American Airlines Center, em Dallas (EUA)
Sábado, 8 de setembro de 2018

Card principal
Tyron Woodley finalizou Darren Till com um triângulo de mão invertido no 2R
Jessica Bate-Estaca derrotou Karolina Kowalkiewicz por nocaute no 1R
Zabit Magomedsharipov finalizou Brandon Davis com uma chave de joelho no 2R
Jimmie Rivera derrotou John Dodson por decisão unânime dos jurados
Abdul Razak Alhassan derrotou Niko Price por nocaute no 1R

Card preliminar
Tatiana Suárez derrotou Carla Esparza por nocaute técnico no 3R
Aljamain Sterling finalizou Cody Stamann com uma chave de joelho no 2R
Geoff Neal derrotou Frank Camacho por nocaute no 2R
Darren Stewart derrotou Charles Byrd por nocaute técnico no 2R
Diego Sanchez derrotou Craig White por decisão unânime dos jurados
Jim Miller finalizou Alex White com um mata-leão no 1R
Irene Aldana derrotou Lucie Pudilova por decisão dividida dos jurados
Jarred Brooks derrotou Roberto Sanchez por decisão dividida dos jurados

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade