Prime Jiu-Jitsu Experience anima o público com superlutas e acirra disputa pelo ranking da FJJD-Rio

    Rhoodes Lima derrotou Raul Gazolla em superluta na Prime Jiu-Jitsu Experience (Foto Focados no Tatame)

    Por Yago Rédua

    Foi realizado no último sábado (27), no Clube Municipal, na Zona Norte do Rio, a Prime Jiu-Jitsu Experience. O evento fez parte da oitava etapa do ranking da FJJD-Rio, o Circuito Brasil Open Mineirinho. Além das disputas para concorrer às passagens internacionais para eventos da UAEJJF ao fim da temporada, as superlutas agitaram o público presente.

    Em alta no UFC, Jéssica Bate-Estaca finalizou Lunna Vieira. Também atleta do Ultimate, Polyana Viana foi superada por Alexia de Castro nos pontos. Outro lutador da organização de MMA, Luis Henrique KLB venceu Thalles Gigante em um no combate de submission.

    Diogo Lavigne, na superluta de inclusão, venceu Miltinho Vieira, lutador da Rio Figthers (Foto Focados no Tatame)

    O narrador Rhoodes Lima venceu o ator Raul Gazolla por pontos, em um confronto que mobilizou o público. Quem também arrancou aplausos de todos presentes no Municipal foi Diogo Lavigne, que tem Síndrome de Down e finalizou Miltinho Vieira, ex-UFC.

    Festival Kids com Raul Gazolla

    Sempre uma atração a parte, o Festival Kids, que é comandado pelo professor e faixa-preta Maurício Abreu, desta vez recebeu o apoio do ator Raul Gazolla. Os dois proporcionaram atividades lúdicas para as crianças, que interagiram e se divertiram.

    Raul Gazolla participou do Festival Kids junto com o professor Maurício Abreu (Foto Focados no Tatame)

    Classificação por equipes

    Após Vinícius Amaral, líder da Game Fight, declarar que a equipe iria entrar em peso nos eventos da FJJD-Rio/CBJJD, a resposta foi imediata na classificação geral por equipes no adulto/master. O time ficou em primeiro lugar com 20 medalhas de ouro, 17 prata e 14 de bronze. O Top 5 ainda foi preenchido com a GFTeam em segundo, Infight em terceiro, Pitbull na quarta posição e Soul Fighters fechando o pódio das cinco melhores equipes.

    As categorias do infantil ao master ficaram cada vez mais acirradas com a etapa realizada no último sábado. Porém, as disputas ainda estão abertas. Logo após o evento, a FJJD-Rio divulgou que a última etapa terá pontuação tripla. Ou seja, ao invés do título na divisão valer 900 pontos, o vencedor vai levar 2.700. Serão realizadas a Taça Guanabara e a Taça Brasil Master, desta vez, na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico, dia 1 de dezembro.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome