Cro Cop vence a nona seguida e Diego Brandão perde no Rizin 13; veja o ‘resumo do MMA’

Publicado em 01/10/2018 por: Gabriel gabriel
Cro Cop vence a nona seguida e Diego Brandão perde no Rizin 13; veja o ‘resumo do MMA’ Mirko Cro Cop venceu mais uma e emplacou o nono triunfo consecutivo (Foto Getty Images)

publicidade

O último final de semana no mundo do MMA foi bastante movimentado. Sem nenhum card do UFC, outras organizações aproveitaram a data para realizarem suas edições ao redor do mundo, com destaque para o Bellator 206, que aconteceu no sábado (29), na Califórnia (EUA), com um grande evento liderado por Mousasi x MacDonald e Rampage x Wanderlei.

O Rizin 13 aconteceu na madrugada de sábado para domingo (30) na Saitama Super Arena, no Japão, e contou com um aguardado combate de Kickboxing entre as estrelas Tenshin Nasukawa e Kyoji Horiguchi – que fez a transição de esporte. Nasukawa venceu por decisão unânime após muita disputa, com destaque para a resistência de Kyoji.

Diego Brandão foi o único atleta brasileiro a entrar em ação no Japão. O ex-lutador do UFC encarou Daron Cruickshank, que o nocauteou com uma joelhada voadora no segundo assalto. Foi a terceira vitória consecutiva de Cruickshank no evento, enquanto Brandão amargou sua primeira derrota em solo japonês, após estrear vencendo em julho deste ano.

Quem também subiu no ringue foi o lendário Mirko Cro Cop. Aos 44 anos, o peso-pesado croata venceu Roque Martinez por nocaute técnico no primeiro round. O duelo foi interrompido após um corte no supercílio de Roque, causado por uma cotovelada de Mirko. Já são nove vitórias consecutivas para o veterano lutador, que segue em alta na franquia.

Já no último sábado, em Cardiff, no País de Gales, o Cage Warriors realizou sua edição 97. A luta principal contou com a revelação Jack Shore conseguindo mais uma vitória, desta vez sobre o brasileiro Weslley Maia, que aceitou o combate com pouco tempo de preparação e não resistiu à pressão do rival. São nove vitórias no cartel invicto de Jack.

Outro brasileiro que fez uma luta principal foi Gustavo Erak. O paulista estreou pelo LFA enfrentando o ex-UFC Cody Gibson, em duelo peso-galo, na última sexta-feira (28), pela edição 51 do show. Gustavo, porém, acabou perdendo por decisão unânime dos jurados.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade