Thiago Marreta admite ‘indecisão’ sobre em qual divisão lutar, mas reforça: ‘Meta é ser campeão’

Publicado em 31/10/2018 por: Mateus Machado
Thiago Marreta admite ‘indecisão’ sobre em qual divisão lutar, mas reforça: ‘Meta é ser campeão’ Thiago Marreta vai encarar Jimi Manuwa em dezembro, pelo UFC 231 (Foto Getty Images / UFC)

publicidade

Por Yago Rédua

Após passar com louvor em seu primeiro “teste” lutando como peso-meio-pesado, ao vencer Eryk Anders por nocaute na luta principal do UFC São Paulo, em setembro passado, Thiago Marreta terá mais um desafio na divisão até 93kg. No dia 8 de dezembro, o brasileiro vai enfrentar Jimi Manuwa pelo card do UFC 231, em Toronto, no Canadá.

Manuwa seria originalmente o adversário do carioca no card de São Paulo, no entanto, sofreu uma lesão na semana do evento e foi forçado a deixar a luta. Agora com o combate remarcado, Marreta citou a chance de realizar um camp completo para enfrentá-lo e ressaltou o fato de encarar um oponente de origem nos meio-pesados – atual quinto lugar no ranking da categoria -, já que Anders também é considerado um lutador dos médios.

“O Jimi (Manuwa) é aquilo… Um cara duro, nocauteador também, um cara grande para a categoria e é pesado. Vamos ver como vai ser lutar contra um atleta que é realmente da divisão”, disse o brasileiro, embalado por duas vitórias seguidas, em entrevista à TATAME.

Confira outros trechos da entrevista com Thiago Marreta:

– Performance lutando na categoria até 93kg

Me senti muito bem, nem se compara (com a categoria dos médios). Eu não tive todo aquele desgaste físico, consegui treinar bem, então o saldo foi bem positivo. Me senti muito bem e fiquei bem satisfeito com a vitória na estreia, contra o (Eryk) Anders.

– Lutar em uma categoria acima da habitual

Me senti um pouco pesado, mas é normal, porque você está realmente mais pesado. Não foi algo que me prejudicou na luta, então me senti bem em todos os momentos, consegui me movimentar bem, aplicar os golpes que eu queria. Acho que a performance fala por si.

– Indecisão sobre lutar no médio ou meio-pesado

Não sei dizer se é a minha categoria (a dos meio-pesados). Eu ainda consigo lutar nos médios, tendo um tempo legal para me preparar, fazendo uma boa dieta, eu consigo lutar até 84kg. Mas ao mesmo tempo me senti muito bem nos meio-pesados. Ainda estou na dúvida em qual categoria ficar de forma permanente e vou decidir isso mais pra frente.

– Preparação para o duelo contra Jimi Manuwa

Sim, agora farei um camp completo. Já comecei minha preparação aqui no Rio, nos próximos dias vou para os Estados Unidos, onde farei o resto do meu camp na American Top Team (ATT), e depois já vou partir para o Canadá, onde vai ser minha luta. O Jimi é aquilo… Um cara duro, nocauteador também, um cara grande para a categoria e é pesado. Vamos ver como vai ser lutar contra um atleta que é realmente da divisão meio-pesado.

– Chances de title shot na divisão meio-pesado

Eu acho que é uma categoria menos concorrida, não que seja mais fácil. Vejo que é uma categoria que tem muitos atletas já com a idade avançada, já parando, então eu acho menos concorrido em relação aos médios. Mas deixo claro que ainda não abandonei a divisão dos médios. A gente vai ver qual o melhor caminho a seguir, qual é a melhor estratégia, mas o meu objetivo é ser campeão, seja nos médios ou nos meio-pesados.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade