Tererê celebra vitória no Gracie Pro, cita ‘dificuldade’ com regras e não descarta fazer novas superlutas

Publicado em 01/10/2018 por: Yago Redua
Tererê celebra vitória no Gracie Pro, cita ‘dificuldade’ com regras e não descarta fazer novas superlutas Tererê derrotou Abi-Rihan por 2 a 0 na superluta e disse que pode fazer novos confrontos (Foto Camila Nobre)

publicidade

Por Yago Rédua

Em uma tarde histórica para o Jiu-Jitsu brasileiro, Fernando Tererê retornou aos tatames e protagonizou uma guerra com Raphael Abi-Rihan, no Ginásio do Maracanãzinho, pelo Gracie Pro 2018. Na luta, o bicampeão mundial venceu por 2 a 0 nos pontos e contou à TATAME sobre a sensação de voltar a competir, citando a dificuldade com as novas regras.

“Eu estava sem competir há bastante tempo, foi difícil lidar com as novas regras, eu ganhei até algumas punições. Lutar aqui no Maracanãzinho foi um prazer imenso, nunca tinha lutado aqui em toda a minha a carreira. E hoje valeu a pena eu ter saído de casa cedo, esperar o tempo todo para fazer essa luta especial com o Abi-Rihan”, contou Tererê, que explicou sobre a queda “safada”, uma das técnicas preferidas do seu repertório.

“Eu sei que o Abi-Rihan é um cara muito duro, podia chover canivete que ele não ia me puxar para a guarda (risos). Então, eu tenho um bom jogo em pé. As minhas pegadas estavam boas. Eu resolvi trocar em pé com ele, para tentar colocá-lo para baixo e foi gloriosa a ‘safada’, queda que entrou nele e, assim, consegui os dois pontos”, disse.

Com esse retorno aos tatames, Tererê não descartou novos desafios, mas afirmou que precisa ser em um evento que valorize os atletas: “Se o evento for bem organizado e valorizar o atleta como o Gracie Pro valorizou, podem me ver nas cabeças aí novamente”.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade