Cormier finaliza Lewis e mantém cinturão peso-pesado no UFC 230; Jacaré nocauteia Chris Weidman

    Daniel Cormier venceu com facilidade e manteve o título dos pesados em sua posse (Foto Getty Images / UFC)

    O tradicional Madison Square Garden, em Nova York (EUA), recebeu mais um grande evento neste sábado (3). O UFC 230 consagrou em sua luta principal a fera Daniel Cormier, que com uma atuação estratégica, finalizou Derrick Lewis no segundo round e seguiu como campeão peso-pesado da organização – além de detentor do título dos meio-pesados. No co-main event, um duelo emocionante. Chris Weidman e Ronaldo Jacaré travaram um embate de alto nível, terminando com a vitória do brasileiro que, em grande reviravolta, nocauteou o americano e voltou a se aproximar de uma disputa de título no peso-médio.

    Ainda pelo card principal da edição, Jared Cannonier, Karl Roberson e Israel Adesanya levaram a melhor sobre David Branch, Jack Marshman e Derek Brunson, respectivamente, em duelos válidos pela categoria peso-médio do Ultimate e que devem alterar o ranking.

    No card preliminar, os brasileiros Marcos Pezão e Sheymon Moraes tiveram boas atuações e venceram Adam Wieczorek e Julio Arce, respectivamente. Outros destaques ficaram por conta de Shane Burgos e Lyman Good, que derrotaram seus oponentes no primeiro round.

    Cormier finaliza Lewis e mantém cinturão

    Mostrando boa estratégia, Daniel Cormier evitou a trocação e, com facilidade, levou Derrick Lewis para o chão. O desafiante chegou a levantar, mas o campeão mais uma vez o derrubou e passou a colocar pressão no ground and pound, levando vantagem no round.

    No segundo assalto, Lewis começou melhor na trocação e chegou a conectar golpes, mas que não pegaram em cheio em “DC”. Na sequência, Cormier voltou a usar sua estratégia inicial e conseguiu nova queda sobre Derrick. Desta vez, entretanto, o campeão foi mais efetivo e, com rapidez, conseguiu a transição para as costas e finalizou seu adversário com um justo mata-leão, mantendo o cinturão peso-pesado em sua posse na luta principal.

    Daniel Cormier finalizou Derrick Lewis com um justo mata-leão no segundo round (Foto Getty Images / UFC)

    Jacaré nocauteia Weidman em reviravolta

    Lutando na cidade em que nasceu, Chris Weidman tomou a iniciativa no combate, mas ao mesmo tempo, mostrava cautela para Ronaldo Jacaré não se aproximar. O americano aplicou um golpe de esquerda que balançou o brasileiro, que se recuperou rapidamente e procurava responder com chutes. Weidman, com bons jabs, levou a melhor no primeiro round. No segundo, a dupla partiu para a trocação franca e protagonizou bons momentos. Na reta final, o ex-campeão tentou derrubar o brasileiro, mas não conseguiu mantê-lo.

    Na terceira parcial, ciente da desvantagem, Jacaré tentou aplicar mais golpes na trocação, e desta forma, conseguiu uma vitória heroica. Em uma grande reviravolta, o brasileiro buscou a aproximação e, após um forte golpe de direita, que pegou na cabeça de Chris, levou o americano ao chão, definindo o seu triunfo após outros dois socos. Com o resultado positivo, Ronaldo volta a vencer e a se aproximar de uma disputa de título nos médios.

    Ronaldo Jacaré nocauteou Weidman de maneira espetacular no UFC 230 (Foto Getty Images / UFC)

    Com técnica, Adesanya nocauteia Brunson

    Em um primeiro momento, Derek Brunson partiu para a luta agarrada e pressionou Israel Adesanya contra a grade, buscando a luta no clinch. No entanto, quando o duelo se desenrolou na trocação, Adesanya mostrou seu enorme potencial e, com extrema técnica, aplicou uma sequência de golpes excepcional, nocauteando Brunson ainda no primeiro round. Com a vitória, Israel segue invicto no MMA, com 15 triunfos, sendo quatro pelo UFC, e se consolida de vez como um dos grandes nomes na divisão dos médios.

    Israel Adesanya mostrou sua técnica habitual e nocaute Brunson (Foto Getty Images / UFC)

    Em luta sangrenta, Sheymon derrota Arce

    Logo no começo do combate, os dois lutadores partiram para a trocação e, com boa técnica, Sheymon Moraes aplicou um belo direto de direita sobre Julio Arce, que foi a knockdown. O brasileiro buscou a definição da luta, mas viu seu adversário escapar do momento desfavorável. Arce, então, melhorou e pressionou Sheymon em busca de uma finalização, todavia, não obteve êxito. No segundo round, os lutadores travaram uma disputa mais agarrada de início, no entanto, o brasileiro logo buscou a trocação e, novamente, levou o americano a knockdown, mostrando sua superioridade na luta em pé.

    No terceiro e último round, Arce apresentava um grande corte na altura da testa, o que levou Sheymon Moraes a ter mais confiança na luta em pé. Apesar da melhora do americano no duelo, o brasileiro foi bem defensivamente e saiu com a vitória por decisão dividida dos jurados, emplacando seu segundo triunfo consecutivo na organização.

    Sheymon Moraes derrotou Julio Arce em confronto bastante sangrento (Foto Getty Images / UFC)

    Good nocauteia Saunders de forma brutal

    Lyman Good aproveitou bem sua mudança de adversário no UFC 230. O americano, ainda no primeiro round, nocauteou Ben Saunders de forma brutal. Após seu adversário buscar o clinch do Muay Thai, Good aproveitou a brecha e, com dois uppers bem aplicados, levou Saunders ao solo, sacramentando sua vitória com mais três golpes no ground and pound.

    Lyman Good teve grande atuação e nocauteou Ben Saunders no primeiro round (Foto Getty Images / UFC)

    Burgos finaliza Holobaugh em bela disputa

    Shane Burgos e Kurt Holobaugh protagonizaram um grande combate. Após um início eletrizante na trocação, Burgos recebeu um duro knockdown e foi ao solo. O lutador, porém, lidou bem com a adversidade e, com muita técnica, pegou o braço de Holobaugh, finalizando seu oponente com um justo armlock e levantando o público presente na arena.

    Com reviravolta espetacular, Shane Burgos finalizou Kurt Holobaugh (Foto Getty Images / UFC)

    Pezão tem boa atuação e vence polonês

    Após começar o duelo de forma mais defensiva, Adam Wieczorek aproximou e, sem dificuldades, conseguiu a queda sobre Marcos Pezão. Após alguns segundos por baixo, o brasileiro teve técnica para inverter a posição e, com bons golpes no ground and pound, conseguiu uma clara superioridade no primeiro round. No segundo assalto, os dois lutadores iniciaram de forma mais travada, próximos a grade, no entanto, quando o duelo se desenrolou na trocação, Pezão foi melhor, principalmente por conta dos seus chutes.

    No terceiro e último round, Marcos Pezão voltou a mostra sua evolução na luta agarrada e conseguiu uma boa queda sobre Wieczorek. O combate voltou a ficar em pé, mas após um bom golpe de direita, o paulista consegui levar seu oponente para o chão. Dominante em todos os rounds, Pezão saiu com a vitória por decisão unânime dos jurados e, após quase dois anos sem lutar, retorna ao Ultimate de forma vitoriosa e com atuação convincente.

    Marcos Pezão teve boa atuação e derrotou Wieczorek por unanimidade (Foto Getty Images / UFC)

    RESULTADOS COMPLETOS:

    UFC 230
    Madison Square Garden, em Nova York (EUA)
    Sábado, 3 de novembro de 2018

    Card principal
    Daniel Cormier finalizou Derrick Lewis com um mata-leão no 2R
    Ronaldo Jacaré derrotou Chris Weidman por nocaute técnico no 3R
    Jared Cannonier derrotou David Branch por nocaute técnico no 2R
    Karl Roberson derrotou Jack Marshman por decisão unânime dos jurados
    Israel Adesanya derrotou Derek Brunson por nocaute técnico no 1R

    Card preliminar
    Jordan Rinaldi derrotou Jason Knight por decisão unânime dos jurados
    Sijara Eubanks derrotou Roxanne Modafferi por decisão unânime dos jurados
    Sheymon Moraes derrotou Julio Arce por decisão dividida dos jurados
    Lyman Good derrotou Ben Saunders por nocaute no 1R
    Matt Frevola x Lando Vannata terminou em empate majoritário
    Shane Burgos finalizou Kurt Holobaugh com um armlock no 1R
    Marcos Pezão derrotou Adam Wieczorek por decisão unânime dos jurados

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome