Ponzinibbio elogia Magny antes do UFC Argentina e pede chance pelo título; veja

    Santiago Ponzinibbio fará a luta principal do UFC Argentina contra Neil Magny (Foto: Getty Images)

    Por Gabriel Carvalho

    O argentino Santiago Ponzinibbio fará a luta principal da estreia do UFC em seu país natal no próximo sábado (17). Em Buenos Aires, o “Gente Boa” medirá forças contra o americano Neil Magny no confronto que lidera o UFC Fight Night 140.

    Com seis vitórias consecutivas, Ponzinibbio atualmente é o décimo colocado do ranking do peso-meio-médio. Afastado desde dezembro de 2017, Santiago contou, em entrevista à TATAME, que não acha que ficou para trás na corrida pelo cinturão após o período inativo.

    “Acho que não, venho de seis vitórias, estou ranqueado, venci nomes bons e acho que uma boa vitória em cima do Neil Magny me deixaria preparado para lutar pelo título. Se eu vou lutar pelo título ou não é diferente, a gente nunca sabe, mas estou preparado para isso e sei que estou preparado, porque estou merecendo. O Tyron Woodley lutou contra o Robbie Lawler, fazia um ano e meio que ele não lutava e recebeu o title shot. Isso é relativo”.

    Para seguir com o sonho de disputar o título vivo, o argentino, antes, precisa superar Magny. Sobre o adversário, Ponzinibbio foi só elogios, ressaltando o bom momento do americano, que venceu suas últimas duas lutas, uma delas contra o duro Carlos Condit.

    Confira a entrevista com Santiago Ponzinibbio na íntegra:

    – Chance da luta principal na Argentina

    Pra mim é muito bonito ter conquistado este espaço. Estar contribuindo com o crescimento do esporte é muito bacana. O esporte está crescendo muito na Argentina e acredito que um pouco pelos resultados da minha carreira. O pessoal está acompanhando muito o meu trabalho e poder fazer a luta principal na Argentina é muito bonito, com certeza.

    – Análise sobre o jogo do Neil Magny

    Eu acho que ele é um grande atleta, bem completo, um bom oponente. Vem de duas vitórias consecutivas, já venceu grandes nomes como Kelvin Gastelum, nocauteou o Hector Lombard, tem boas vitórias e acredito que uma grande vitória sobre ele vai deixar claro que estou preparado para lutar pelo título. Ele é muito bom, mas tenho tudo para ganhar dele. Se Deus quiser vou fazer meu melhor e mostrar para o mundo que estou preparado.

    – Chegada do Ben Askren no Ultimate

    Eu luto com qualquer um, não tenho problema. Luto com qualquer atleta, sou consciente de que estou preparado para vencer qualquer atleta do peso-meio-médio no mundo, qualquer atleta. Eu sei bem disso. Ele (Askren) é um atleta ótimo, tem um Wrestling muito bom, mas sei que posso vencer qualquer um. Não tenho problema em lutar com ele ou lutar pelo título, eu tenho potencial para ganhar de todo mundo, disso eu tenho certeza.

    – Motivos para acreditar no cinturão

    Acredito que tenho os recursos para ser campeão, só me falta a oportunidade, que é a luta. Faltando isso, tenho todos os recursos para ser campeão. Sou agressivo, tenho coração, tenho entrega pra lutar, sou um atleta completo, venho focando na minha carreira e na minha evolução constantemente. Por isso, acho que estou preparado para ser campeão.

    CARD COMPLETO:

    UFC Fight Night 140
    Buenos Aires, na Argentina
    Sábado, 17 de novembro de 2018

    Card principal
    Peso-leve: Santiago Ponzinnibio x Neil Magny
    Peso-pena: Ricardo Lamas x Darren Elkins
    Peso-meio-pesado: Khalil Rountree x Johnny Walker
    Peso-médio: Cezar Mutante x Ian Heinisch
    Peso-galo: Guido Cannetti x Marlon Vera
    Peso-palha: Cynthia Calvillo x Poliana Botelho

    Card preliminar
    Peso-meio-médio: Michel Trator x Bartosz Fabinski
    Peso-mosca: Alexandre Pantoja x Ulka Sasaki
    Peso-pena: Humberto Bandenay x Austin Arnett
    Peso-meio-médio: Laureano Staropoli x Hector Aldana
    Peso-leve: Devin Powell x Jesús Pinedo
    Peso-pena: Nad Narimani x Anderson Berinja

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome