Acusado de violência doméstica, marido de lutadora do Ultimate é preso no Havaí

Publicado em 21/11/2018 por: Mateus Machado
Acusado de violência doméstica, marido de lutadora do Ultimate é preso no Havaí Rachael (centro), seu marido Arnold Berdon (à esq) e seu pai Robert Ostovich (Foto Esthen Lin / MMA Fighting)

publicidade

O suposto caso de violência doméstica envolvendo a lutadora do UFC Rachael Ostovich ganhou novos detalhes na última terça-feira (20). Arnold Berdon, marido da atleta e principal suspeito, foi preso com a acusação de tentativa de homicídio, de acordo com um porta-voz do Departamento de Polícia de Honolulu. As informações são do MMA Fighting.

Berdon, que também lutador de MMA, está atualmente sob custódia e ainda não foi indiciado. O caso está sob investigação e a acusação pode ser alterada, também segundo o porta-voz. Arnold, de 27 anos, supostamente atacou Ostovich durante uma discussão na manhã do último domingo (18), em sua casa, na área de Waianae, no condado de Honolulu, Havaí. Rachael foi hospitalizada com um osso orbital quebrado, entre outras lesões. A lutadora foi tratada e, posteriormente, liberada para seguir com sua recuperação.

Vale ressaltar que, ainda na última terça, Rachael pediu e recebeu uma ordem de restrição temporária contra Berdon, com quem tem uma filha. A ordem expira 19 de maio de 2019.

Em nota, a empresa Sucker Punch Entertainment, responsável pela carreira de Ostovich, confirmou o caso e anunciou que, por conta da lesão na face, ela está fora do combate que faria contra Paige VanZant, marcado para o UFC Fight Night 143, no dia 19 de janeiro.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade