Amanda mira Hall da Fama caso derrote Cyborg: ‘Quero o meu nome na história’

Publicado em 07/11/2018 por: Gabriel gabriel
Amanda mira Hall da Fama caso derrote Cyborg: ‘Quero o meu nome na história’ Amanda Nunes enfrenta Cyborg em dezembro em luta muito aguardada pelos fãs (Foto Jeff Bottari / Zuffa LLC)

publicidade

Amanda Nunes tentará fazer história no dia 29 de dezembro. A baiana, atual campeã peso-galo do UFC, enfrentará a compatriota Cris Cyborg – dona do cinturão dos leves -no co-main event do UFC 232, em Las Vegas, Estados Unidos, e pode virar a primeira lutadora na história da organização a conquistar cinturões em categorias de peso diferentes.

Em coletiva de imprensa realizada pré-evento, a “Leoa” foi perguntada se tem o objetivo de se tornar a maior lutadora de todos os tempos, e não hesitou na resposta afirmativa.

“Definitivamente. Estou aqui para isso, por isso que pedi esta luta, quero ser lembrada como a melhor lutadora da história. Quero os dois cinturões, e quero meu nome no Hall da Fama no Instituto de Performance do UFC. Quero meu nome na história”, comentou ela.

Com 30 anos de idade, Amanda é detentora do cinturão peso-galo do UFC desde julho de 2016. A brasileira já concluiu três defesas agora e mira o título dos penas, que hoje pertence a Cyborg. Nunes tem um cartel de 16 vitórias e quatro derrotas como profissional.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade