Rachael Ostovich está de volta ao card do UFC Fight Night 143. A lutadora americana, que foi vítima de um suposto caso de violência doméstica, tinha sido removida do combate que faria contra Paige VanZant, pelo peso-mosca, no evento marcado para o dia 19 de janeiro, mas a luta foi reinstaurada à edição. O anúncio foi feito por VanZant, no Twitter.

Ostovich foi consultada por um segundo médico, que analisou a lesão sofrida pela lutadora no orbital, causada possivelmente após as agressões do marido Arnold Berdon. Depois da análise, ficou concluído que não houve a quebra do osso, e o tempo de recuperação da lesão é suficiente para que ela faça o combate no Brooklyn (EUA), em janeiro de 2019.

Rachael acusou Arnold de violência doméstica no último dia 17. Berdon, que também é lutador de MMA, foi preso por tentativa de homicídio, mas sua acusação foi reduzida para agressão e ele pagou fiança de 75 mil dólares para responder ao processo em liberdade. Ostovich conseguiu uma ordem de restrição sobre ele, e a primeira audiência está marcada para o dia 18 de dezembro. Resta aguardar os próximos capítulos do polêmico caso.