Brasileira perde em disputa de título no LFA; ex-UFC é superada no Invicta FC 32

Publicado em 17/11/2018 por: Mateus Machado
Brasileira perde em disputa de título no LFA; ex-UFC é superada no Invicta FC 32 Ex-UFC, Viviane Sucuri foi derrotada em estreia no Invicta FC (Foto: Dave Mandel)

publicidade

Realizado na última sexta-feira (16), na Califórnia (EUA), o LFA 54 marcou a primeira luta internacional de Carol Yariwaki. A brasileira, no entanto, acabou sendo derrotada por decisão unânime em disputa de cinturão na luta principal do evento, contra Sabina Mazo, que manteve o título peso-mosca da organização em sua posse.

Bem confiante em suas ações, Mazo foi dominante durante os cinco rounds de luta. Combinando bons chutes e socos, a colombiana aumentou seu ritmo a partir do segundo round, onde tentou pressionar bastante a brasileira, que não recuava, porém, não tinha efetividade em suas ações. Em um determinado momento, Carol tentou levar a luta para o chão, todavia, Sabina frustrou a tentativa da paraense e manteve a luta em pé, onde foi claramente superior até o final do combate. Desta forma, a jovem colombiana, de 21 anos, manteve sua invencibilidade no MMA, agora com seis vitórias.

O evento, que contou com seis confrontos ao todo, ainda contou com a vitória de Moses Murrietta sobre Sidiah Parker por nocaute técnico no segundo round, na luta co-principal do evento.

Sucuri e Delboni são derrotadas em estreias pelo Invicta FC

Também realizado na última sexta, em Oklahoma, nos Estados Unidos, o Invicta FC 32 teve as estreias de Viviane Sucuri e Jéssica Delboni. Ex-UFC, Sucuri foi dominada por Mizuki Inoue e, após três rounds de luta, os árbitros decretaram a vitória da japonesa por decisão unânime. Também por unanimidade dos juízes, Delboni foi superada pela americana Ashley Cummins.

Ex-UFC, Viviane Sucuri foi derrotada em estreia no Invicta FC (Foto: Dave Mandel/Invicta FC)

O card também foi protagonizado pela vitória de Felicia Spencer por finalização no quarto round sobre Pam Sorenson. Com o triunfo após encaixar uma guilhotina, Spencer se tornou a nova campeã peso-pena da organização e igualou o recorde de vitórias consecutivas de uma peso-pena na história da franquia (6), marca que, até então, pertencia somente a Cris Cyborg, atualmente lutadora do UFC.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade