KLB diz que ‘não esperava’ corte do UFC, mas projeta: ‘Tenho certez que vou retornar e dar a volta por cima’

Publicado em 14/11/2018 por: Yago Redua
KLB diz que ‘não esperava’ corte do UFC, mas projeta: ‘Tenho certez que vou retornar e dar a volta por cima’ Luis Henrique KLB acumulou três derrotas seguidas e foi cortado do Ultimate (Foto Getty Images)

publicidade

Por Yago Rédua

Apontado como uma das promessas do Brasil no Ultimate, Luis Henrique KLB foi cortado da organização neste mês de novembro. O lutador acumulou três derrotas seguidas, sendo a última em setembro, no UFC São Paulo, contra Ryan Spann. À TATAME, o carioca revelou que não esperava ser demitido e disse que tinha mais um combate em seu contrato.

“Eu acumulei três derrotas, mas tinha mais uma luta no meu contrato e aquele papo que a galera fala de fazer um grande show, uma grande luta… Eu fiz uma grande luta, mas o principal é que eu não conquistei a vitória. Eu dei o meu máximo no UFC São Paulo, no meu treinamento, mas você nunca espera (ser demitido). É difícil falar”, disse o brasileiro, que analisou sua trajetória e afirmou que deseja regressar ao UFC e dar a volta por cima.

“Na minha passagem pelo UFC, eu amadureci muito como atleta nesses anos que fiquei lá. Tive vitórias, derrotas. Fiz grandes amigos, mas não é o fim. Vamos continuar nosso rumo. Alguns eventos já entraram em contato comigo, mas eu tenho certeza que ainda vou voltar para o Ultimate e dar a volta por cima”, projetou o lutador, que ficou cerca de três anos na organização e acumulou quatro derrotas e duas vitórias em seis combates realizados.

Após sua saída do UFC, KLB, que treina na TFT, tem luta marcada pelo WOCS 53 contra Rodolfo Andrade, no próximo dia 24, no Rio: “Eu já lutava o WOCS antes, estou voltando. Sempre é uma motivação lutar em casa, perto dos amigos. Já tinha um tempo que eu não lutava aqui no Rio, então estou bastante motivado para começar essa reação”, encerrou.

Aos 25 anos, KLB chegou ao UFC em 2015, quando perdeu para o ex-desafiante Francis Ngannou logo na estreia por nocaute. Na sequência, venceu Dmitry Smoliakov e Christian Colombo, ambos por finalização. No entanto, emendou três derrotas seguidas para Marcin Tybura, Arjan Singh Bhullar e, por fim, Ryan Spann – esta que resultou no corte do UFC.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade