Em luta polêmica, Tyson Fury e Deontay Wilder empatam e seguem invictos; veja

    Deontay Wilder e Tyson Fury fizeram uma luta empolgante para os fãs de Boxe (Foto Getty Images)

    Na noite do último sábado (1), a cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos, recebeu o aguardado duelo de Boxe entre as feras Deontay Wilder Tyson Fury, valendo o cinturão dos pesados do Conselho Mundial de Boxe (WBC). O embate entre os atletas invictos cumpriu as expectativas, mas acabou terminando em empate dividido na decisão.

    O inglês Fury não subia aos ringues desde novembro de 2015, quando venceu a lenda Vladimir Klitschko, tomando os cinturões da WBA, IBF e IBO. Porém, por conta de problemas com doping e seu afastamento do esporte, Tyson só conseguiu retornar ao Boxe agora, três anos depois, e ele mostrou superioridade em boa parte da luta, caçando o oponente e rejeitando praticamente todas as tentativas que Wilder tinha de se aproximar.

    Atual campeão da WBC, Deontay cresceu no sétimo round, acertando um belo gancho de esquerda e uma direita na têmpora de Fury, que foi ao solo. Mesmo voltando de pé, o inglês estava abalado, e Wilder partiu em busca do nocaute. O momento mais assustador da luta, entretanto, veio no último assalto, quando um gancho de esquerda aplicado por Deontay fez Fury ir ao solo novamente, praticamente apagado, mas ele conseguiu retornar.

    Na decisão dos juízes, o primeiro anotou 115-110 em favor de Wilder, o segundo marcou 114-110 para Fury, enquanto o terceiro anotou 113-113, declarando empate dividido entre os atletas e mantendo o título com o americano Deontay. O resultado rendeu muitos protestos dos fãs na internet, que acreditam que Tyson mereceu vencer a luta. E você?

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome