Coluna da Arte Suave: saiba o que fazer quando o seu treino estiver ‘caindo na rotina’

    Em seu novo artigo, Luiz Dias falou sobre o que fazer quando seu treino está regredindo (Foto: Luiz Contreira)

    Por Luiz Dias

    Seu treino está caindo numa rotina? Está perdendo a fissura de treinar? Então crie seus próprios desafios. Crie metas, desafios internos. Por exemplo, só vou finalizar com determinado golpe, ou vou deixar meu oponente chegar em determinada posição que me é extremamente desconfortável, e a partir dela, a minha luta começa. Vou dar todos os treinos, sem descansar, ou não vou usar minhas posições preferidas e certas.

    Se lance a desafios, mergulhe no escuro das incertezas, saia da sua zona de conforto. Promova a adrenalina no seu sangue. Nunca vi ninguém evoluir na sua própria zona de conforto. Isso, no mundo da luta, como no pessoal também. Temos de ousar, acreditar em nós, cair pra dentro. Essa é a essência do lutador de Jiu-Jitsu. Acreditar no seu Jiu-Jitsu e ir em frente.

    Foi assim que criei minha equipe. Eu tinha meus conceitos, meus valores e sempre busco estudar, aprender e evoluir. É claro que temos nossas finalizações, raspagens e passagens de guarda que fazemos com certeza, segurança e eficiência. Mas porque não ampliarmos nosso “arsenal” técnico? Sempre escrevi que não gosto de perder, e creio que ninguém gosta de dar os três tapinhas. Mas, por vezes, eu prefiro nos treinos com meus alunos e amigos dar preferência em fazer determinada posição, testar numa luta, e ajustando ela para adquirir confiança, para nas lutas, onde o foco é a vitória, ter confiança em usá-la caso o momento propício apareça. Se não treinarmos a posição e não tivermos confiança nela, como usaremos numa luta, onde o foco é ganhar? Vai usar a posição quando estiver numa luta de campeonato? Então use seus treinos na academia para arriscar, investir em novos movimentos. Não existe sorte, existe treino, dedicação, esforço e vontade de aprender.

    Todos nós temos nossas posições fortes e confiáveis, mas por que não aumentarmos o nosso nível técnico e surpreendemos nossos adversários? Inclusive, essa busca de novas posições deixará, sem dúvida, o seu  treino mais interessante, em todos os sentidos.

    Dias difíceis, dentro e fora dos tatames, sempre temos. Mas sempre tenham em mente. A vida passa, o tempo que temos é o presente, não podemos voltar ao passado, e o futuro é incerto. Então vamos treinar com vontade, alegria e vigor. Só posso agradecer ao Jiu-Jitsu por tudo que ele me trouxe e tudo que conquistei pela sua estrada. Vamos treinar para que nosso corpo e mente possam estar sempre em dia.

    Para mais informações, veja https://www.instagram.com/luizdiasbjj/ ou entre em contato pelo e-mail geracao.artesuave@yahoo.com.br. Também conheça o http://www.geracaoartesuave.com.br/. Boa semana, bons treinos e até a próxima!

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome