Luto: Mestre Hermes morre em Rio das Ostras e irmão quer ‘manter chama viva’

    Mestre Hermes dedicou sua vida ao Jiu-Jitsu e faleceu no último dia 30 vítima de um câncer (Foto: Divulgação)

    Por Yago Rédua

    No último dia 30, o Mestre Hermes Fernandes faleceu em Rio das Ostras, na região dos Lagos do estado do Rio de Janeiro, aos 60 anos. O faixa-vermelha e preta lutava contra um câncer. Ele deixa uma equipe de Jiu-Jitsu na cidade que, a partir de agora, será comandada pela filha, Maria Clara, que é faixa-preta e treina a arte suave desde os 4 anos.

    O Mestre Hermes conheceu a modalidade em 1972, em Anchieta, na Zona Norte do Rio, com o Mestre Hildebrando Gonçalo – que era discípulo do lendário Mestre Oswaldo Fadda. Hermes competiu pelo Rio de Janeiro, Baixada Fluminense e foi graduado à faixa-preta em 1981. Após esse período, passou a desenvolver o seu trabalho como professor, em especial em Rio das Ostras, lugar que inclusive comandou um projeto social.

    Irmão de Hermes, o Mestre Fernandes Simplício contou à TATAME um pouco do legado que fica do amante da arte suave: “É um momento difícil, de muita emoção. Nós começamos no Jiu-Jitsu, em 1972, são 46 anos dentro do Jiu-Jitsu. É uma vida. Hoje, diante da sua ausência, o desejo dele seria que seus alunos seguissem instruídos por alguém preparado. Não tem ninguém mais competente que a Maria Clara, sua filha, que é faixa-preta e treina Jiu-Jitsu desde os 4 anos. Ela sempre recebeu os ensinamentos e foi o braço direito do Mestre Hermes. Vamos manter viva essa chama que ele nos deixou”, projetou.

    4 COMENTÁRIOS

    1. Em1977 Mestre Hermes venceu 8 lutas em um só dia, foi vice campeão da categoria, uma época que a chave não tinha eliminatórias.

    2. Excelente professor, graduado em educação física, disciplinador e dedicado ao extremo à arte suave. Foi na sua juventude um excelente competidor, o melhor de todos. Só tinha um adversário à sua altura: Fernandes Simplicio, seu irmão – e meu também. Alternavam a Vitória.
      A tristeza está sendo amenizada ao ler tantas mensagens carinhosas dos amigos e alunos. Um exemplo dentro e fora do tatame. Temho muito orgulho dos meus irmãos.
      Oss

    3. esse partiu feliz foram quase 50 anos em prol dos guris tirando eles das ruas e da bandiagem acabou salvando muitas vidas o mundo precisa de mais gente assim ossss

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome