Treinador de McGregor quer duelo ‘bom’ e até ameaça encerrar parceria; entenda

    John Kavanagh afirmou que precisa de um grande motivo para seguir treinando Conor McGregor (Foto Getty Images)

    Principal técnico da SBG, equipe que treina a estrela Conor McGregor, John Kavanagh deu uma entrevista forte ao jornal “Irish Independent”, da Irlanda. O técnico, um dos responsáveis pelo sucesso do irlandês no MMA, em especial no UFC, com dois títulos, disse que, dependendo do próximo objetivo do “Notorius”, pode, inclusive, deixar de treiná-lo.

    “Ele teria certamente de me convencer a ir novamente (para treiná-lo). Eu amo a caminhada inteira que fizemos juntos, mas eu preciso de um grande ‘motivo’. Pode ser Nate Diaz novamente, porque ele prometeu. Pode ser uma revanche com Khabib. Mas se for só um: ‘Bem, eles querem que eu enfrente aquele cara’, então acho que vou dizer: ‘Desejo a você o melhor'”, disse Kavanagh, que não sabe sobre o futuro de McGregor.

    “Honestamente? Não sei. Ele vai voltar a lutar? Não sei. Eu o conheço como pessoa e sei que vir de duas derrotas é difícil, embora uma delas tenha sido no Boxe, vai ser difícil para ele. Ele está com 30 anos, filho e tem um grande contrato de uísque que vai fazê-lo ganhar mais dinheiro do que a luta já fez. Você acordaria de manhã para tomar soco na cara? Provavelmente não. Mas ele, com certeza, vai me ligar amanhã e dizer: ‘O que você disse? Eu vou lutar em março’. Então, não sei, resta apenas aguardar”, encerrou o treinador.

    Vale frisar que McGregor aguarda o processo da Comissão Atlética de Nevada após a confusão causada no UFC 229, realizado em Las Vegas (EUA). Na ocasião, Khabib Nurmagomedov e Conor protagonizaram uma briga generalizada na T-Mobile Arena.

    1 COMENTÁRIO

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome