Bellator 212: Chandler derrota Primus e reconquista título; Robson Gracie finaliza

    Michael Chandler teve atuação dominante e voltou a ser campeão peso-leve (Foto: Esther Lin/MMA Fighting)

    Realizado na última sexta-feira (14), em Honolulu, no Havaí, o Bellator 212 marcou a consagração de Michael Chandler. Fazendo a luta principal da edição, o americano teve uma atuação dominante sobre Brent Primus e, após cinco rounds de luta, reconquistou o cinturão peso-leve da organização ao sair vencedor por decisão unânime dos jurados.

    Os três primeiros rounds do combate foram mais equilibrados, com bons momentos para os dois lutadores, embora Chandler tenha conseguido leve vantagem nas parciais. Já os últimos dois assaltos foram dominados por Michael, que conseguiu boas quedas sobre Primus e, por cima, soube trabalhar bem sua vantagem, sacramentando sua vitória.

    No co-main event da noite, pela divisão dos pesados, Javy Ayala conquistou a vitória mais importante de sua carreira. Diante do veterano Frank Mir, o americano travou um primeiro round disputado e mostrou resistência ao escapar de uma americana. No segundo assalto, porém, já com Mir visivelmente desgastado, Ayala conseguiu a queda e, após uma sequência de golpes, venceu por nocaute técnico, voltando a triunfar após duas derrotas seguidas. Já Frank Mir, aos 39 anos, amargou quarto revés consecutivo, sendo o segundo no Bellator.

    Outros destaques do card

    O card principal do Bellator 212 ainda contou com a brasileira Juliana Velasquez mantendo sua invencibilidade na carreira ao derrotar Alejandra Lara por decisão dividida dos jurados, contabilizando agora oito vitórias em sua carreira, três delas pelo Bellator. Outro que se manteve invicto foi o jovem AJ McKee. O americano, de apenas 23 anos, deu mais um show ao finalizar Daniel Crawford com um estrangulamento anaconda, aumentando sua sequência vitoriosa para 13 triunfos.

    Já no card preliminar, irmão de Renzo Gracie, Robson Gracie Jr. estreou com vitória no MMA. Diante do americano Bryson Bolohao, que também fez seu debute na modalidade, “Robsinho” utilizou sua excelência no Jiu-Jitsu e, no segundo round, finalizou seu oponente com um justo mata-leão.

    RESULTADOS COMPLETOS:

    Bellator 212
    Sexta-feira, 14 de dezembro de 2018
    Honolulu, no Havaí

    Card principal
    Michael Chandler derrotou Brent Primus por decisão unânime dos jurados
    Javy Ayala derrotou Frank Mir nocaute técnico no 2R
    AJ McKee finalizou Daniel Crawford com um estrangulamento anaconda no 1R
    Juliana Velasquez derrotou Alejandra Lara por decisão dividida dos jurados
    Sam Sicilia derrotou Derek Campos por decisão dividida dos jurados

    Card preliminar
    Toby Misech derrotou Edward Thommes por nocaute técnico no 3R
    Tywan Claxton derrotou Kaeo Meyer por nocaute técnico no 1R
    Robson Gracie Jr. finalzou Brysen Bolohao com um mata-leão no 2R
    Chris Avila finalizou Brandon Pieper com um mata-leão no 1R

    1 COMENTÁRIO

    1. MAIS UMA VITÓRIA GRACIE CONTRA UM FRANGO ESCOLHIDO A DEDO. COM UM OPONENTE DESSES A LUTA SE TORNA UMA VERDADEIRA MARMELADA (WWE). O MATA-LEÃO NEM ENCAIXADO ESTAVA, MAS O CARA BATEU. O QUE DIZER DE UMA VITÓRIA SOBRE UM OPONENTE DESSES? O QUE ESPERAR DE MAIS UM GRACIE LUTANDO MMA ACHANDO QUE O JIU-JITSU, SOZINHO, O LEVARÁ A SER CAMPEÃO? O CARA NÃO TEM O MÍNIMO PODER DE NOCAUTE E É UM VERDADEIRO DEFICIENTE VISUAL NA LUTA EM PÉ. SÉRIO QUE OS GRACIES VÃO CONTINUAR INSISTINDO NESSE MODO DE LUTAR?

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome