Michelle Nicolini assume ‘culpa’ por derrota no ONE, projeta 2019 e mira ADCC: ‘Espero que me convidem’

    Nicolini citou que vai seguir trabalhando forte e que gostaria de participar do ADCC (Foto: Nicholas Damien)

    Por Yago Rédua

    Após colecionar três vitórias seguidas no One Championship, Michelle Nicolini conheceu a primeira derrota na organização. O revés, no começo de novembro, foi para Tiffany Teo na decisão unânime dos jurados. Em um bate-papo com a TATAME, a faixa-preta de Jiu-Jitsu fez uma análise do confronto e disse que não conseguiu executar o que havia treinado.

    “Eu não gosto de perder, acho que com a derrota vem vários sentimentos. Mas o que prevalece em mim é entender que ainda estou aprendendo este novo esporte. Mas sou muito iniciante. É difícil cobrir todas as áreas do MMA. Os melhores também perdem por erros próprios, falta de sorte ou qualquer outra razão. Estou consciente que foi erro meu. Apesar de muitas pessoas terem falado que ganhei dois rounds, não reclamei, porque não lutei como gostaria. Não lutei nem um terço do que me preparei”, analisou Michelle.

    Nicolini ainda falou sobre a performance da oponente dentro do cage, citou que vai buscar melhorar na trocação e no Wrestling para 2019 e comentou a sua situação de momento pensando em uma disputa de cinturão dentro da franquia. Além disso, afirmou que espera um convite do ADCC, maior torneio de luta agarrada, para participar da próxima edição.

    Confira abaixo a entrevista na íntegra com Michelle Nicolini:
    – Análise da oponente

    Se a Tiffany tinha uma estratégia de fugir, de me evitar do início até me deixar exausta, a estratégia deu certo. Eu me senti afobada, querendo finalizar rápido e isso me consumiu demais. Derrubar, voltar em pé, seu melhor jogo não funcionar, ter que recomeçar…

    – Aprimorar o jogo

    Eu quero ser mais completa. Não posso ser uma exímia boxer ou a melhor wrestler, mas posso ter dois ou três golpes fortes e é isso que vou focar para as próximas lutas. Não acho necessário ter a revanche agora, eu não lutaria com ela assim de imediato, quem possamos lutar mais para frente, quando tiver cinturão envolvido.

    – Situação dentro do One

    A situação no One continua a mesma. Preciso mostrar serviço para ter chance de disputar o cinturão. Como perdi, vou ter que continuar trabalhando forte para isso.

    – Planos para 2019

    Pare este ano de 2019 serão muitos treinos. Como estou ficando mais velha, quero aproveitar ao máximo estes últimos anos competitivos que eu me dei como meta. Já o ADCC é sempre prazer lutar. Espero que me convidem.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome