Coluna da Arte Suave: o que o professor deve fazer quando um aluno recebe convite de outra equipe?

    Luiz Dias falou sobre o que fazer quando um aluno recebe convite de outra academia (Foto: Reprodução)

    Por Luiz Dias

    Numa conversa nesta semana, com um amigo professor, ele me contou sua irritação com um professor perto da academia dele, que sistematicamente chama seus alunos para mudarem de academia para irem treinar com ele. Concordo que é uma situação muito chata. Infelizmente, é muito comum o professor ouvir de seus alunos convites constantes, chegando ao nível da insistência de outros professores para irem para a sua academia. Eu creio que muitos professores passam por isso. Por vezes, esses convites chegam aos meus alunos e ouço pelos próprios com um comentário incomodado.

    Comentando o lado ruim de serem sempre abordados para esse convite, eu, pessoalmente, acho antiético. Você pode convidar uma vez ou duas vezes, por serem amigos fora dos tatames, mas a insistência passa para um outro lado. Creio que academias próximas podem conviver sem problemas, esses professores se esquecem. Uma coisa que escrevo sempre: quem escolhe o professor é o aluno. É o aluno que decide por empatia, vontade e até pelos horários das aulas onde irá treinar. Ficar tentando puxar aluno para a sua academia eu já não acho legal. Certamente, quem tem essa atitude não se põe no lugar do outro professor, porque se colocasse, certamente não gostaria.

    Acho esse tipo de atitude desleal e completamente desnecessário. Eu prefiro focar no meu trabalho, ver meus alunos satisfeitos com os treinos, porque são seus alunos que chamarão seus amigos e assim sua academia vai crescendo. O professor que faz isso, para mim, mostra uma visão pequena, achando que só pode crescer se não tiver mais academias próximas, evitando, assim, comparações ou ser incapaz de fazer novos alunos ou não ter um trabalho bom, não tendo a capacidade de despertar em novos alunos a vontade de treinar, então acreditam que tem de buscar em lutadores, já no caminho da arte suave, o lugar de captar alunos para si.

    Cada professor tem sua maneira de dar aula, seu estilo, o ambiente que cria. Nunca proibi aluno meu de visitar academias, ir a seminários em outros locais. Meus alunos sabem disso. Como disse, prefiro focar no meu trabalho, em um convívio pacífico com professores que dão aula perto de mim. Falei para o meu amigo: “foque no seu trabalho, na sua aula. Seus alunos não irão te deixar, mesmo com excessos de convites, descontos, caso sejam sugeridos. Deixe que seu trabalho fale por você”.

    Essa certeza eu tenho em meu dojô, como muitos professores tem também. Pois ouvir comentários dos seus alunos e eles continuarem com você, só mostra a solidez do seu trabalho refletida na fidelidade deles. Aqui na academia, tenho pais que já trazem seus filhos para treinarem e assim vamos caminhando. Creio ser esse o caminho do professor, trabalhar em silêncio para que o resultado do seu trabalho grite. Não será uma insistência de um convite que vai tirar seus alunos de você. Outros motivos, sim, mas aí depende do aluno.

    Para mais informações, veja https://www.instagram.com/luizdiasbjj/ ou entre em contato pelo e-mail geracao.artesuave@yahoo.com.br. Também conheça o http://www.geracaoartesuave.com.br/. Boa semana, bons treinos e até a próxima!

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome