Após título, Jones provoca Cormier: ‘Ele tem que admitir para todos que nunca foi campeão meio-pesado’

    Jon Jones, após título dos meio-pesados no UFC 232, provoca seu desafeto Cormier (Foto Getty Images)

    Que tal uma trilogia entre Jon Jones e Daniel Cormier? Se depender de “Bones”, isso vai acontecer em breve. O norte-americano conquistou, pela terceira vez, o cinturão dos meio-pesados no UFC 232, no último sábado (29). Em coletiva após o evento, Jones disse que pretende encarar “DC” na categoria até 93kg e rebateu o fato do desafeto ter renunciado o título da divisão um dia antes do evento que iria coroar o novo campeão dos meio-pesados.

    “Cormier está sempre quieto, a não ser quando é para falar de mim e do meu legado. Eu vejo os fãs falando para ele parar, que ele aparece amargo, mas ele continua. Ele trabalha o máximo para me diminuir. Ele diz que é o campeão meio-pesado, mas nunca foi. Nunca me venceu, sempre vai ter um asterisco em relação a isso. A única forma que ele pode esclarecer é me vencendo. Ele tem que admitir para todos que nunca foi o campeão meio-pesado. Ou lutar comigo”, provocou Jones, logo após nocautear Alexander Gustafsson.

    O campeão, que vem se submetendo também aos testes da VADA (Associação Voluntária Antidoping), além da USADA (Agência de Antidoping parceira do UFC), revelou que vai recorrer sobre o “No Contest” da luta contra Cormier, em julho de 2017. Na ocasião, “Bones” venceu por nocaute, mas testou positivo para turinabol dias depois. Contudo, existe a possibilidade da sustância ser um resíduo no corpo do lutador há sete anos.

    “Eu ouvi que o turinabol pode ficar no meu corpo por muito mais tempo e isso me assusta. Há quanto tempo pode estar aqui? Desde antes da luta contra Cormier? Vou recorrer da decisão de ‘No Contest’ no UFC 214. Ontem fui testado pela VADA, estou feliz por estar sendo testado pelas duas agências mais poderosas do mundo. Vou gastar todo o dinheiro do mundo para provar que eu não usei nenhuma droga, certo”, apontou Jon Jones.

    Logo após vencer Gustafsson pela segunda vez, Jones acredita que ambos vão voltar a lutar de novo: “Acho que eu e Gustafsson somos novos, ainda vamos lutar de novo. Agora com o ‘DC’, eu não tenho problema com ele, só quando ele vem falar que eu sou trapaceiro. Eu não vou subir de peso para pegar o cinturão e destruir o legado dele”, disse.

    9 COMENTÁRIOS

    1. o vacuum cleaner dessa vez parece que virou homem naum USA mais merdas ele tem que parar de aspirar po o gordier ainda tem chao melhor do que o jones o aspirador e o bixo na trocacao mais o gordier tem mais wrestlingfuk lutaco entre os dois vai vender mais que bagui nas bocas kkkkk

    2. Cara, tu foi alfabetizado em qual escola?! Que saber, para ter certeza que nunca irei matricular meus filhos nela!

    3. fuck all of u 8itches i dont speak your portugues of sheit go study mafukas and educate yourselfes and fuk lula corrupted fag

      • KKKKKKKKKK
        Tá querendo alguma exposição e reconhecimento?
        Até o fim do mandato de Bolsonaro será assim: ele e seus familiares falando e fazendo merd…e os papagaios replicando suas postagens e tentando uma cortina de fumaça com o uso da imagem do finado Lula.
        Vida de gado é assim!

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome