Ryan Bader se vê no ‘auge’, analisa Fedor e projeta revanche com Lyoto; confira

    Bader citou que vai precisar de 'paciência' para a final do GP dos Pesados contra Fedor em janeiro (Foto: Bellator)

    Por Yago Rédua

    Campeão dos meio-pesados do Bellator, Ryan Bader vive uma grande fase na carreira e está classificado para a decisão do GP dos Pesados da organização contra Fedor Emelianenko. A final acontece no próximo dia 26 de janeiro, na Califórnia, nos Estados Unidos. Após nocautear King Moo em 15 segundos, o lutador teve uma performance implacável contra Matt Mitrione em outubro e chegou à final. Em entrevista exclusiva à TATAME, “Darth” afirmou que vive o “auge” da sua forma e que vai seguir assim por um bom tempo.

    “Sim, acredito que sim (auge da carreira no MMA). Eu sempre tive uma boa parte física, mas eu sinto que a minha mentalidade está melhor. Eu sinto que estou no meu auge absoluto e vou seguir por um tempo. Tudo está favorável mentalmente e fisicamente. Eu acredito que sou o melhor do mundo e continuarei a provar isso”, destacou Bader, que analisou sua performance contra Mitrione, na semifinal, pelo Bellator 207.

    “Matt é um grande peso-pesado. Eu tinha que entrar por dentro e colocar essa pressão implacável nele o tempo todo. Eu estava pressionando ele contra a grade ou batendo nele o tempo todo. Esta é uma maneira muito cansativa de lutar com ataques constantes e controle, especialmente com um adversário maior. Eu acreditava no meu cardio, já que era o meu plano de jogo: colocar a pressão sobre ele e nunca desistir. Eu me senti ótimo lá (na luta), explosivo e perigoso o tempo inteiro”, analisou o finalista do GP.

    Logo após a luta com Mitrione, Bader afirmou que gostaria de enfrentar Fedor na final, visando o “legado” no MMA. No dia seguinte, pelo Bellator 208, o russo nocauteou Chael Sonnen e confirmou vaga na decisão. “Darth” fez uma análise sobre o oponente e ainda disse que precisará ter muita “paciência” para o confronto, que vai decidir o campeão do GP.

    “Espero que seja o melhor Fedor que tenhamos visto em muito tempo. Nós dois estamos lutando pelo título dos pesados, então não vamos dar um centímetro. Espero que ele saia balançando literalmente, dando socos fortes e tentando fazer com que nossa luta pareça com suas duas lutas anteriores. Você precisa ter paciência contra o Fedor e vimos o que acontece quando você não tem (paciência). Veja suas duas últimas lutas… Contra o Mir e Chael. Eles foram atingidos por grandes socos. Paciência vai ser um grande aspecto dessa luta. Esperando pelos momentos certos”, analisou Bader.

    Revanche com Lyoto Machida

    Ex-campeão do UFC, Lyoto Machida assinou com o Bellator e estreou pela franquia em dezembro, contra o também brasileiro Rafael Carvalho, vencendo por decisão dividida dos jurados. “The Dragon” venceu Bader pelo UFC em 2012, por nocaute no segundo round. O norte-americano afirmou que gostaria de uma revanche, mas não descartou outras superlutas: “Eu adoraria ter essa revanche. Eu não sou o mesmo lutador que ele enfrentou quando lutamos. Vamos ver como este torneio se desenrola e, partir daí, há muitos grandes nomes que estou querendo lutar”, encerrou.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome