Cormier elogia vitória de Jones sobre Gustafsson: ‘Nunca me escondi do fato que ele é fenomenal

    Daniel Cormier fez elogios a Jon Jones após vitória sobre Gustafsson (Foto Getty Images / UFC)

    Daniel Cormier Jon Jones promovem uma das rivalidades mais famosas da história do UFC. Cada um tem um cinturão em uma respectiva categoria de peso, e em entrevista recente, “DC” mostrou respeito pelo arquirrival após ele reconquistar o cinturão meio-pesado do Ultimate.

    Em aparição no programa “The MMA Hour”, Cormier elogiou Jones pelo desempenho dominante que teve contra Alexander Gustafsson no UFC 232, realizado no final de 2018, com Jon vencendo no terceiro round.

    “Sempre que você atropelar um cara como o Alexander Gustafsson, do jeito que ele fez, é bem impressionante. Eu nunca me escondi do fato que ele é um lutador fenomenal, e penso que ele lutou bem, do jeito que planejava e conseguiu anular completamente o Alex”, comentou DC, atual campeão dos pesados.

    “Se você me perguntar se acho que o Jon Jones ganharia um cinturão sem essas coisas (esteroides), eu acho que sim, 100%. Ele é muito talentoso, vem do Wrestling, então tem a base de onde a luta acontece. Com isso dito, as coisas acontecem por um motivo, certo? Você não tem problemas com esses testes a não ser que você duvide de algo na preparação de sua carreira. É o único jeito de adicionar essas coisas e ter elas amarradas em sua carreira”, completou Cormier.

    4 COMENTÁRIOS

    1. Com certeza sem esteróides o Jones não vai ser o mesmo lutador, agora quanto a ele ser campeão natural , limpo, isto eu gostaria de ver.

    2. José Carlos, irmão, com todo o respeito, você e a grande maioria das pessoas que comentam na Tatame, deveriam se informar melhor. Segundo a própria USADA, o que foi encontrado no último exame do Jon Jones, foi uma quantidade minúscula, resquício de quando ele usou no passado, quantidade essa, segundo a USADA, que não afeta em coisa alguma o rendimento dele, não melhora nada. O cara tem a maior envergadura da história do UFC, é um lutador completo e mais, é extremamente talentoso em todos os fundamentos. É disparado o melhor lutador de MMA de todos os tempos. Ninguém é invencível mas, será difícil ele perder, até chegar a idade (ele tem uma derrota injusta no cartel, deveria ser “no contest”). Alguém “tirar” o Cormier – que “sobra” com todos – para nada duas vezes e o que fez com um Alex G. nessa última, é um fenômeno excepcional.

    3. E o maior de todos os tempos,acho que sobressaiu quando a categoria estava cheia de caras tops ,agora que não tem quase ninguém ele vai destruir !!!Acho também o Nurmagomedov talvez o que vai se impor como um dos maiores ,e está em um categoria que só tem pedreiras !!!

    4. Jon Jones é um dos maiores de todos os tempos. Bateu Shogun, Rampage, Lyoto e Rashad quando eles eram a nata do esporte (e não ex-lutadores em atividade, como hoje em dia). Bateu Belfort turbinado de TRT até a tampa (apesar de quase ter perdido um braço…). Humilhou Sonnen quando ele ainda era um bom wrestler. Guerreou com Gustafsson e triunfou, tirou Glover Teixeira pra nada quando o Glover estava em fase espetacular, e ainda bateu o Cormier duas vezes – esse, outro que já figura entre os maiores da história. O atropelo recente no Gustafsson não conta – The Mauler já não é mais o mesmo. Só acho que faltou o duelo com o Anthony Johnson. Para mim, Brock Lesnar não tem nada a ver com a história, é outra categoria e outros tempos. Na minha modesta opinião, o que faltou ao Bones foi, na fase áurea, a superluta com o Spider. E certeza que o Bones venceria, e seria incontestavelmente o maior da história. Mas ainda assim, não suporto o cara.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome