Treinador de Velasquez diz: ‘Voltou para reconquistar o que sempre foi dele’; leia

    Cain Velasquez retorna no dia 17 de fevereiro (Foto: Getty Images)

    Cain Velasquez está de volta após 30 meses de ausência. No dia 17 de fevereiro, o ex-campeão dos pesados do UFC enfrentará o camaronês Francis Ngannou na luta principal do UFC on ESPN 1, que acontece em Phoenix, no Arizona (EUA).

    Aos 36 anos de idade, Velasquez teve diversos problemas de lesão nos últimos anos, que o impediram de aparecer mais vezes no octógono. Em entrevista ao site MMA Fighting, Cain citou que está saudável desde 2017, mas resolveu fazer uma pausa na carreira para a criação de Cain Jr, seu filho mais novo.

    “Quando tivemos minha filha, naquela altura da minha carreira, eu não estava lá sempre. E aquilo foi difícil para mim, porque você tenta ficar em dois lugares ao mesmo tempo e não consegue. Aqui é onde ganho meu dinheiro, então é difícil de equilibrar os dois. Eu queria muito estar lá com a minha esposa na gravidez dela. Eu estive lá para tudo, meu outro filho nasceu e fiquei com ele no primeiro ano inteiro. Eu amei o tempo que gastei, fiz várias coisas que nunca tive oportunidade. Memorizei os momentos que tive”, contou Cain.

    Na mesma entrevista, o treinador de Cain, Javier Mendez, citou que a pausa fez bem para a carreira do ex-campeão, e ele espera que Velasquez retome o título no qual foi detentor em duas oportunidades, assim que o parceiro de treinos Daniel Cormier se aposentar.

    “Ele está mais inteligente nos treinos. Sabe quando precisa diminuir. O tempo fora dele o ajudou, seu corpo curou, ele segue rápido como sempre, bate mais pesado e está mais motivado do que nunca. Viu todo mundo subir e acho que ele está voltando pra reconquistar o que sempre foi dele. Quando o DC aposentar, o que deve acontecer esse ano, o Cain deve dominar. É o que estou esperando”, cravou Mendez.

    1 COMENTÁRIO

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome