Com apenas um golpe, Bader nocauteia Fedor e conquista título do GP dos Pesados do Bellator

    Bader precisou de apenas um golpe para nocautear Fedor e faturar GP dos Pesados (Foto: Bellator)

    A tão aguardada final do GP dos Pesados aconteceu neste sábado (27), na Califórnia (EUA), e coroou Ryan Bader como grande campeão no Bellator 214. O norte-americano precisou de apenas um golpe para nocautear a lenda russa Fedor Emelianenko. Desta forma, “Darth” se tornou o primeiro campeão simultâneo de duas categorias do Bellator. Além dos pesados, o lutador ostenta também o título dos meio-pesados da organização.

    Já no co-main event, Henry Corrales teve uma vitória espetacular de virada sobre Aaron Pico. Ex-integrante do WWE, Jack Swagger estreou no MMA com vitória por finalização. Quem também usou o Jiu-Jitsu foi Adel El-Tamini, que saiu da kimura para uma chave de braço. Único brasileiro no card, Weber Almeida venceu por nocaute no card preliminar.

    Bader nocauteia Fedor com apenas um golpe

    Em um começo de combate marcado pelo estudo, Ryan Bader, no primeiro golpe aplicado, acertou Fedor Emelianenko em cheio e nocauteou o russo, com um cruzado de esquerda. “Darth” ainda foi conferir, mas o árbitro interveio e decretou o fim da luta em menos de 40 segundos. Bader disse que deseja defender os dois títulos: meio-pesado e pesado.

    Reviravolta espetacular no co-main event

    No co-main event do Bellator 214, uma reviravolta espetacular. Aaron Pico foi para cima nos segundos iniciais e acertou um golpe em cheio que levou Henry Corrales ao knockdown. No entanto, apesar da adversidade, “Ok” não se afobou, voltou para luta e com um overhand preciso nocauteou Pico. Ainda no cage, Corrales citou as cinco vitórias seguidas no Bellator e pediu a revanche com o brasileiro Patrício Pitbull.


    Estrela do WWE e ex-combatente se destacam

    Estrela do WWE – maior evento de luta coreografada do mundo – Jack Swagger fez sua estreia no MMA com sucesso. O norte-americano encarou JW Kiser e começou a luta sofrendo alguns golpes, no entanto, mostrou força no Wrestling. No chão, castigou com cotoveladas até sair para o katagatame na meia-guarda e forçou o oponente a desistir.

    Em uma luta dura, Juan Archuleta derrotou Ricky Bandejas. Apesar de não ter conseguido impor o seu jogo de grappling, “The Spaniard” foi mais agressivo durante os três rounds e venceu por decisão unânime. Na abertura do card principal, com uma performance avassaladora, Adel El-Tamini finalizou Brandon McMahan com uma chave de braço no primeiro round. O norte-americano é um militar e foi combatente de guerra.

    Brasileiro nocauteia e estrela do Submission perde

    Único brasileiro no card, Weber Almeida aplicou um belo nocaute sobre Odan Ruiz ainda no primeiro round. O carateca impôs o seu jogo, aplicou uma sequência de golpes e finalizou com um cruzado de esquerda. O lutador treina junto com os irmãos Machida, Lyoto e Chinzô. Um dos grandes nomes do Jiu-Jitsu sem quimono, AJ Agazarm não teve sucesso em sua estreia no MMA. O “Leão” abusou das provocações dentro do cage, foi dominado por Jesse Roberts e perdeu por decisão dividida dos árbitros após três rounds.

    CONFIRA OS RESULTADOS:

    Bellator 214
    The Forum, Califórnia (EUA)
    Sábado, 26 de janeiro de 2019

    Card principal:
    Peso-pesado: Fedor Emelianenko x Ryan Bader
    Henry Corrales derrotou Aaron Pico por nocaute no 1R
    Jack Swagger finalizou JW Kiser com um katagatame no 1R
    Juan Archuleta derrotou Ricky Bandejas por decisão unânime dos jurados
    Adel El-Tamini finalizou Brandon McMahan com uma chave de braço no 1R

    Card preliminar
    Thor Skancke finalizou Jesse Merritt com um estragulamento norte-sul no 1R
    Jesse Roberts derrotou AJ Agazarm por decisão dividida dos jurados
    Weber Almeida derrotou Odan Ruiz por nocaute no 1R
    Arturo Rivas derrotou Sean Johnson por nocaute técnico no 1R
    Jay Jay Wilson finalizou Tyler Beneke com um mata-leão no 1R
    James Barnes derrotou Ryan Lilley por nocaute no 1R
    Craig Plaskett derrotou Ian Butler por decisão unânime dos jurados
    Desmond Torres finalizou Steve Rami-ez com um triângulo no 1R

    2 COMENTÁRIOS

    1. O orgulho não deixa o Fedor se aposentar, o cara precisa botar na cabeça que a idade chegou, o doping acabou e o tempo dele já passou. A mídia põe na cabeça dele que ele ainda é o melhor do planeta mas é ilusão.

      Hoje o mma se profissionalizou com alto nível de técnicas. Até as sobras do UFC estão humilhando o Fedor.

      Melhor parar antes que vire um Bob Sapp ou Renan Barão com uma derrota atrás da outra. Daqui a pouco vai ter mais derrota que vitórias no cartel.

    2. O cara chegou até a final , gosta do que faz .Deixa o cara … Alguém falar que Fedor não foi um dos maiores da história do esporte , nunca conheceu MMA. É uma lenda, desde que voltou ganhou algumas perdeu outras tudo azul … Tá valendo !!!! A hora que ele não curtir mais ele para … E sempre será um dos cara que mais gostava de ver as lutas independente de tudo , perdendo ou ganhando .

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome