No último sábado (26), Ryan Bader entrou para a história do Bellator ao se tornar o primeiro campeão duplo da organização. O feito só possível após o belo nocaute contra a lenda russa Fedor Emelianenko, ainda no primeiro round do main event da edição 214, na Califórnia (EUA), durante a final do GP dos Pesados. Em entrevista coletiva, “Darth” disse que o golpe foi planejado e treinado diversas vezes durante todo o camp.

“E você pode perguntar ao meu time, nós praticamos muito esse golpe. Eu vi que o soco ia fazer isso. Você não pode ver a mão direita. É muito difícil para ele notar, porque ela vem com força. Sentimos que ele iria respeitar muito o meu Wrestling. Se você olhar através de qualquer uma das filmagens do Bellator Countdown e todo esse tipo de coisa, nós estávamos praticando isso o tempo todo. Fingindo e jogando aquele gancho de esquerda, e sabíamos que ele estaria lá”, destrinchou o campeão, que falou sobre lutar com Fedor.

“Se eu tivesse a oportunidade de lutar contra qualquer lutador quando eu comecei a lutar, seria o Fedor. Aquela aura e mística sobre ele. E veja o que ele fez neste torneio. Ele acabou com dois caras durões (Frank Mir e Chael Sonnen) no primeiro round. Então eu fiquei muito honrado em fazer parte da história dele e agora ele faz parte da minha história. O que aconteceu esta noite, você não pode tirar nada do Fedor”, apontou.

No UFC, Daniel Cormier, em 2018, colecionou, assim como Bader, os títulos dos meio-pesados e pesados. “Darth” chegou próximo de lutar com “DC” quando pertencia ao plantel do Ultimate, mas o duelo nunca se concretizou. Bader, ao ser indagado se gostaria de lutar com o Cormier em um duelo de campeões, afirmou que seria legal uma promoção conjunta entre Bellator e UFC para que o embate entre “champ vs champ” fosse realizado.

“Ele é um desses caras que prova a si mesmo várias vezes. Ele é campeão, dentro e fora do cage, batendo em monstros. Nada além de respeito da minha parte. Seria divertido fazer uma promoção cruzada de champ vs champ… Veremos se isso acontece”, encerrou.