Cyborg reclama após não dar entrevista pós-luta: ‘Me chutaram pra fora do cage’

Publicado em 03/01/2019 por: Nilmon
Cyborg reclama após não dar entrevista pós-luta: ‘Me chutaram pra fora do cage’

publicidade

A brasileira Cris Cyborg perdeu o cinturão dos penas do UFC no último sábado (29) ao ser nocauteada pela compatriota Amanda Nunes no co-main event do UFC 232, realizado em Los Angeles (EUA). Após permanecer invicta por 13 anos, Cyborg foi questionada na coletiva de imprensa pós-evento sobre uma possível revanche imediata, mas ela preferiu mostrar sua insatisfação com o Ultimate ao não ser entrevistada no octógono após a luta.

“Eles me chutaram para fora do cage. Acho isso ruim, bem desrespeitoso, porque fiz muito pelo esporte. Era pra eu dizer oi aos meus fãs e falar com eles. Não acho certo, mas ok, já fizeram isso, posso ir até a mídia e falar com os meus fãs, dizer o quanto gosto deles por terem vindo aqui assistir minha luta, toda a Nação Cyborg aqui para me assistir. É ok, só sinto que deveria falar alguma coisa. Duas lutadoras brasileiras, duas campeãs, é isso”, desabafou Cris após sofrer apenas sua segunda derrota como lutadora de MMA profissional.

Mesmo depois da sua incrível sequência invicta de 20 lutas ser quebrada em pouco tempo por Nunes – 51 segundos -, Cyborg se mostrou consciente do revés e quer seguir lutando.

“O mais importante é ser campeã no coração dos fãs, fazer diferença, é pra isso que eu luto. Eu não desisto, porque todos sabem o que aconteceu na minha carreira. Nunca foi fácil pra mim, mas eu trabalhei duro e peguei o cinturão, provei para todo mundo o que sou e contra o sistema. Ninguém faz isso contra o sistema, e eu era campeã antes, quero ser a campeã no coração dos fãs e continuar a fazer isso em qualquer lugar que for”, disse.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade