Khabib nega revanche com Conor, elogia GSP e cutuca Mayweather: ‘Está velho’

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 22/01/2019
Khabib nega revanche com Conor, elogia GSP e cutuca Mayweather: ‘Está velho’ Khabib já lançou desafio para Mayweather via rede sociais e recebeu ‘sim’ do pugilista (Foto Getty Images / Boxing Scene)

publicidade

Campeão dos leves do UFC, Khabib Nurmagomedov aguarda o julgamento da Comissão Atlética de Nevada após a briga generalizada no UFC 229, em outubro de 2018. O russo, no entanto, quer fazer história dentro do esporte e enfrentar grandes nomes, como contou à Submission Radio: “Por que não St. Pierre, Ferguson e Mayweather? Poderia enfrentar esses três caras e me aposentar como o maior atleta de todos os tempos”, afirmou ele.

Em meio a definição pelo seu próximo oponente, principalmente por conta da audiência no próximo dia 29, “The Eagle” voltou a afirmar que não quer lutar com Conor McGregor – tendo em vista que Dana White, presidente do UFC, é favorável a uma revanche. Segundo o russo, “Notorius” foi dominado no combate que aconteceu em outubro do ano passado.

“Eu tenho uma equipe grande, sendo que cada um pensa diferente. Se formos conversar sobre minhas próximas lutas, meu pai pensa uma coisa, Javier pensa outra, meu empresário pensa outra… Mas, quando a Comissão Atlética de Nevada tomar a decisão, vou me sentar com a minha equipe e decidiremos o próximo passo. Mas, agora, se vocês me perguntarem, eu digo com certeza que Conor McGregor não merece uma revanche pelo cinturão. Não foi uma luta equilibrada. Eu o dominei em todos os aspectos e o venci. Como já disse antes, arrebentei com ele. Por que precisamos de uma revanche?”, destacou.

Sobre Georges St-Pierre, ex-campeão dos meio-médios e dos médios do UFC, Khabib foi só elogios. “The Eagle” disse que gostaria de lutar com o canadense na divisão dos leves, ao invés de subir para a categoria até 77kg, para não ficar em desvantagem pelo tamanho.

“St-Pierre é um nome muito grande. Eu gosto de adversários que sejam duros, e ele ainda é um pouco maior que eu. Se formos lutar, será no peso-leve, porque no meio-médio é a categoria dele, então, ele estaria um pouco maior que eu. Acho que é uma decisão inteligente querer trazê-lo para os leves. É uma grande luta para o legado, para os fãs, para o bolso… Para tudo, na verdade. Não sei quais são os planos dele para o futuro, mas eu o respeito. Na minha opinião, Georges é o maior atleta que já competiu no UFC, por ser um campeão dentro e fora do octógono. Vamos esperar”, projetou Khabib, que também explicou o desejo de lutar Boxe e acabar com a invencibilidade de Floyd Mayweather.

“Ele está velho agora. Se formos pensar em enfrentar leões novos no Boxe, será muito duro para mim. Caras como Canelo ou Golovkin são perigosos, mas o Mayweather já está velho, tem 41 ou 42 anos. Mas, claro, é um grande nome. Se temos a chance de pescar um peixe gigante, por que não tentar? Muita gente não entende o fator da idade, sobre o que você fez quando competia mais jovem. Eles não sabem o que acontece na verdade. Posso tirar tudo o que eles têm. Por exemplo, o cartel de 50-0. Posso acabar com ele, porque Mayweather está velho e é pequeno. Esta também é uma decisão inteligente pensando em todos os aspectos”, encerrou Khabib, que está invicto dentro do MMA.

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade